Revista Rua

Apreciar. Cultura

12º aniversário da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva

A comemoração do seu 12º aniversário conta com um programa diversificado até às 23h30.

Luís Leite

Texto: Luís Leite |

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva convida todos os seus leitores/utilizadores e respetiva família a participar na comemoração do seu 12º aniversário. 

Abriu oficialmente as suas portas ao público em 21 de Dezembro de 2004. Nasceu da união de vontades da Universidade do Minho e da Câmara Municipal de Braga, que em 1990 manifestaram o interesse, junto do Ministério da Cultura, na integração de Braga no projecto Bibliopolis, lançado pelo Instituto Português do Livro e das Bibliotecas para os grandes centros urbanos (quatro a nível nacional), tendo em vista a adesão à Rede Nacional de Leitura Pública.

Vocacionada e equipada segundo os mais modernos padrões internacionais, tem entre os seus objectivos a dinamização da leitura e a atracção de novos públicos, bem como o de criar as estruturas conducentes à concretização de uma Rede de Bibliotecas Escolares no concelho de Braga. Situada no centro histórico de Braga, foi habilmente concebida pelo arquitecto Mário Abreu, de modo a preservar e expor os vestígios arqueológicos encontrados no local.

Este espaço, concebido para acolher simultaneamente 600 utentes de perfis diversos e em diferentes actividades, dispõe de três salas de leitura para adultos com capacidade de 200 lugares, numa das quais se disponibilizam cabinas de leitura individual, uma sala de leitura infanto-juvenil com 65 lugares e ainda um espaço autónomo especialmente destinado a actividades de animação infantil com 30 lugares. Uma sala de expressão plástica para actividades em grupo complementa o espaço destinado ao público mais jovem.

A BLCS em números

Próximo de meio milhão de existências bibliográficas inventariadas disponíveis para consulta. 23.234 utilizadores (dados de 10 de dezembro 2016) residentes no e fora do concelho de Braga. 63.091 empréstimos domiciliários realizados durante os onze meses de 2016 (janeiro a novembro). 376.362 entradas/saídas de utilizadores do edifício da Biblioteca (dados de 2 de dezembro 2016). Média de 36 atividades mensais ofertadas à comunidade de promoção do livro, da leitura e de extensão cultural.

Programa

10h00 

No Natal…Cantar histórias… com António Castanheira. Atividade de animação do livro e da leitura com acompanhamento de viola, dinamizada por António Castanheira. (Crianças dos 6 aos 12 anos e adultos) Duração: 60 minutos.

14h30

Encenação da história Corre, corre, cabacinha, de Alice Vieira. Dinamização Inês Matos e Cláudia Silva. Atividade levada a efeito pelo Serviços Educativos da Biblioteca Infantil e do Theatro Club da Povoa de Lanhoso. Público-alvo: crianças dos 6 aos 8 anos. Duração: 25 min.

15h30

A Carta dos duendes ao Pai Natal. Nesta história uma carta gigante é escrita ao Pai Natal, num pergaminho magico. Reflexão sobre os comportamentos durante todo o ano e consequente elaboração e uma carta conjunta ao Pai Natal. Jogos de movimento ao som de músicas de Natal. Crianças dos 3 aos 6 anos e pais. Duração: 1h. Nº máximo: 25 crianças. Dinamização: Conversas entre Famílias (Ana Sofia Maia e Susana Pires).

17h00

Entrega dos prémios TOP+ leitor e do concurso Conto de Natal. Cantar os parabéns à BLCS.

19h00

Jantar partilhado de amigos BLCS

Traga um salgado e um doce e conviva com os amigos da BLCS.

21h30

Recital de Guitarra e Flauta. Neste aniversário da Biblioteca, Artur Caldeira convida a premiada flautista Paula Soares, atualmente residente em Basileia, Suíça. Serão apresentadas obras dos sécs XIX e XX de compositores como Mauro Giuliani, Castelnuovo-Tedesco e Astor Piazzolla.

A entrada é livre para as iniciativas apresentadas.


4 vídeos 725 followers 2 posts