Revista Rua

Observar. Código Postal

4760-034 Vila Nova de Famalicão

Parque Da Devesa: 23 Hectares De História

Rafaela Pinto

Texto: Rafaela Pinto |

Há muito tempo, quando os reis usavam perucas e se deslocavam em carruagens, Dionísio da Silva e Castro deu início a uma longa história familiar onde viria a ser aquilo que é hoje o Parque da Devesa. Na segunda metade do séc. XVIII, mais precisamente em 1767, o advogado Dionísio da Silva e Castro apropriou-se da Quinta da Torre ou de Vilar, mais tarde conhecida por Quinta da Devesa, por altura do seu casamento com Joana Pereira de Fonseca. 

A casa da família, situada em Vila Nova de Famalicão na freguesia de Antas, apresentava dois pisos e uma escadaria. O interior exibia a típica arquitetura da época muito em voga nas casas solarengas. 

Após vários casamentos na família, novas gerações foram crescendo e no final de 1925, José da Silva e Castro, neto de Dionísio, foi o último proprietário da Quinta. Sem descendentes a quem transmitir o património familiar, decidiu vender. 

A 28 de Setembro de 2012, “nasce” o Parque da Devesa. A antiga Quinta passa a constituir um marco histórico de Vila Nova de Famalicão. Com um aspeto totalmente regenerado, mudou o estilo de vida de todos os habitantes, como o incentivo ao desporto e um especial cuidado com a alimentação. 

Os 23 hectares de espaço verde, são ocupados pelo auditório ao ar livre, o anfiteatro da Devesa, um palco público onde já pisaram dezenas de espetáculos. A Casa do Território, a antiga Casa de Vilar, oferece agora espaço para exposições e outras atividades culturais e ambientais como por exemplo a criação de hortas urbanas. O Parque ainda dispõe de um serviço de restauração e cafetaria, sem faltar espaços para descanso e lazer acompanhados de um lago artificial, caminhos e trilhos, um local perfeito para “domingar” com a família.


Relacionados

4 vídeos 568 followers 2 posts