Revista Rua

Observar. Código Postal

A origem de uma tradição singular

Semana Santa de Braga

José Gonçalves Lopes

Texto: José Gonçalves Lopes |

 

Braga é a casa da Semana Santa mais famosa e importante de Portugal. Considerado o evento mais importante a nível turístico na cidade, esta Semana Santa está, desde 2011, declarada como interesse para o turismo.
A Semana Santa é o ponto alto da força e da importância que a religião tem na cidade. São dias em que se respira fé pelas ruas bracarenses.
A origem destas celebrações serão provavelmente do século IV, quando uma mulher, de nome Etéria ou Egéria, proveniente de Bracara Augusta, após a peregrinação à Terra Santa, em Jerusalém, escreveu o “Peregrinatio ad Loca Sancta”, onde relata minuciosamente o que observou. O conteúdo desse texto terá servido como guião orientador.
A paz dada à Igreja por parte do Imperador Constantino, em 313, e as decisões do Concílio de Niceia sobre a celebração da Páscoa, facilitaram o início destas comemorações. Para além da fixação da data da Páscoa, neste concílio salienta-se também a determinação do estabelecimento da Trindade e a promulgação da lei canónica.
Não se conhece atualmente como seriam as celebrações durante a Idade Média, mas julga-se que a Semana Santa como tal a conhecemos hoje em dia terá iniciado no século XVI, com as devidas alterações ao longo dos tempos.
A evidente importância de Braga no contexto religioso nacional e internacional faz da Semana Santa em Braga uma das mais singulares no mundo, não só pela conservação no plano litúrgico, mas pela participação de diversos elementos próprios de Braga, presentes nas procissões que podemos assistir.
A visita a Braga nesta semana é obrigatória. Independentemente do motivo que nos leve à capital minhota, o ambiente criado, os sacrifícios, é algo que não deixa ninguém indiferente, seja qual for a nossa ligação com a religião.

 

 


4 vídeos 692 followers 2 posts