Revista Rua

Viver. Visitar

Arqueologia à noite

Liliana Fonte Gonçalves

Texto: Liliana Fonte Gonçalves |

Visitar e conhecer monumentos agora é à noite.

Em Barcelos, o gabinete de arqueologia do município organiza várias visitas noturnas, gratuitas, para explicar e evidenciar os elementos mais significativos de cada espaço. Ao longo do ano já foram visitados vários locais, mas amanhã, das 21h30 até às 23h00, é a vez de conhecer os Paços do Concelho.

Esta visita requer inscrição prévia, com um limite de 40 pessoas. Mas, normalmente, quando se tratam de monumentos exteriores, como no Balneário Castrejo de Galegos Sta. Maria ou as Gravuras Rupestres do Monte de S. Gonçalo, pode ir quem quiser, basta aparecer. Um dos requisitos, nestas visitas à noite é um bom agasalho para o frio e uma lanterna.

O ponto de encontro é sempre num local central ou próximo do monumento, no entanto, até chegar aos espaços, que podem estar dentro de campos ou terrenos distantes à estrada, é feita uma caminhada. O arqueólogo é quem guia o caminho, mas recomenda sempre que as pessoas levem a própria lanterna. A chegada aos monumentos, já iluminado com luz artificial, evidencia os elementos mais importantes e que o arqueólogo vai explicar. Seja gravura a gravura ou símbolo a símbolo, os visitantes podem sempre interromper para fazerem perguntas. Embora entusiasmado e cheio de sentido de humor em cada uma das visitas, Cláudio Brochado, o arqueólogo municipal, teme que “dar a conhecer estes espaços faça com que alguém os visite, posteriormente, mas para vandalizar”.

“Mostrar e interpretar os monumentos e sítios arqueológicos do concelho” é o principal objetivo do Arqueologia à noite. Um programa bimensal que já levou centenas de pessoas aos mais variados locais e pontos de referência arqueológica de todo o concelho barcelense.

Foto: Mosteiro do Banho, antigo convento e igreja, na freguesia de Vila Cova - Barcelos


4 vídeos 725 followers 2 posts