Revista Rua

Saber. Discurso Direto

Braga é Natal

Rui Marques

Texto: Rui Marques |

As celebrações do Natal estão muito ligadas ao comércio e às cidades. Sendo, na sua essência, uma celebração religiosa, há muito que a representação social do Natal, sobretudo no mundo ocidental, é vivida por crentes e não crentes, assente num conjunto de tradições e costumes, que vão desde a troca de presentes, entre amigos e familiares, à decoração das casas e das ruas das cidades com motivos natalícios, à ceia de Natal com pratos e sobremesas que neste dia parecem que têm um sabor especial, entre outras.

As cidades, enquanto espaços de socialização e vivências, mas, também, enquanto territórios económicos que concorrem entre si, apostam, cada vez mais, recursos na recriação de uma atmosfera natalícia que atraia visitantes e consumidores e crie nestes um estado de espírito associado aos valores do Natal.

Está em curso mais uma edição da iniciativa “Braga é Natal”, uma ação coletiva promovida pela Câmara Municipal de Braga, com o apoio da Associação Comercial de Braga (ACB), dos Transportes Urbanos de Braga (TUB), dos Comboios de Portugal (CP) e de um conjunto alargado de outros importantes parceiros para a organização de uma alargada e diversificada programação de Natal.

Para Braga, e o seu comércio, esta é uma iniciativa fundamental para o reforço do seu posicionamento como principal destino de compras e lazer da Euroregião Galiza - Norte de Portugal. Desengane-se quem achar esta afirmação exagerada. Braga é, de facto, um espaço económico, em termos comerciais, altamente competitivo no panorama ibérico, salvaguardando as comparações com cidades de dimensão muito superior, como é o caso das capitais Lisboa e Madrid.

Atentemos aos seguintes números:

- Durante as duas semanas que antecedem o Natal, a ACB estima a passagem de mais de 2.000.000 de consumidores pelo centro de Braga;

- Braga dispõe de uma oferta comercial de mais de 1000 lojas comerciais no centro urbano, com um comércio moderno, dinâmico, diversificado e atrativo. Dispõe também de uma oferta de mais de 100 espaços de restauração, de excelente qualidade e de diversos estilos de cozinha, de importantes monumentos de interesse histórico, cultural e turístico, jardins e museus;

- Uma parte significativa das artérias com grande densidade comercial dispõem, neste período, de iluminação e sonorização temática, de forma a recriar a atmosfera natalícia mais autêntica possível;

- Em termos de negócios, a ACB estima que, em 2017, no concelho de Braga, sejam transacionados mais de 150 milhões de euros, só no setor do comércio.

Como é sabido, para os estabelecimentos comerciais esta época representa o maior pico de vendas do ano, mas, apesar disso, devido à enorme concorrência existente entre os diversos destinos de compras (centros de cidades e centros comerciais, por exemplo), tal não significa que não deva ser realizado um esforço coletivo para promover as atividades económicas do território. Bem pelo contrário, temos de o assumir e de tentar proporcionar “a melhor experiência de Natal possível” a quem nos visita.

O efeito Natal nos negócios das empresas do comércio de proximidade é impressionante. Dados de 2016 do comércio de Braga indicam-nos que durante o mês de dezembro as empresas faturaram mais 60% do que a média de faturação dos restantes 11 meses do ano. Mas este efeito não se faz notar apenas no comércio. No setor da restauração o incremento atingiu também os 40%. O que justifica esta ação concertada e investimento realizado pelo município no reforço da atratividade do concelho.

Para assinalar e celebrar, de forma simbólica, a cumplicidade e preferência dos bracarenses com o comércio de rua de Braga, a ACB, com o apoio de três dezenas de pastelarias, levará a cabo no dia 16 de dezembro, pelo quinto ano consecutivo, a iniciativa do bolo-rei gigante. Uma iniciativa que se traduz na degustação de cerca 120 metros de bolo-rei, acompanhados de 80 litros de Vinho Moscatel, da Adega de Favaios, num verdadeiro momento de partilha e confraternização entres clientes e empresários.

Nota de destaque, ainda, para as ações concertadas entre a CP, os TUB e a ACB, que permitirão aos consumidores fazerem as suas compras de Natal e desfrutar do ambiente natalício proporcionado pela magia das decorações e iluminações de Natal, com todo o conforto, sem problemas de trânsito e de estacionamento. Assim, em dezembro, as viagens de ida e volta nos Comboios Urbanos da Linha Porto-Braga, aos fins-de-semana, feriados e dia 24, custam apenas 2€, e os detentores destes títulos de transporte beneficiam ainda de descontos e ofertas em cerca de 50 lojas do centro de Braga, mediante a apresentação do bilhete no momento da compra. Idêntica situação sucederá com os utentes dos TUB, durante todo o mês de dezembro.

 

Sobre o autor
Diretor Geral ACB

4 vídeos 817 followers