Revista Rua

Viver. Cozinhar

Casa de Pasto das Carvalheiras: Um convite à partilha de sabores

Andreia Filipa Ferreira

Texto: Andreia Filipa Ferreira |

É um recanto rústico, envolto na tradição das casas de pasto antigas, mas com um toque de modernidade que nos faz querer descobrir o sabor de cada prato. Estamos na Casa de Pasto no largo das Carvalheiras, no centro de Braga, um espaço acolhedor, marcado por uma decoração abstrata onde a paleta de cores variadas se destaca: ao xadrez do chão juntam-se os tons laranjas e amarelos das paredes, cadeiras e candeeiros. Cada pormenor parece ter sido pensado para proporcionar a melhor experiência gastronómica a quem os visita... e a esses que se lançam nesta verdadeira aventura de degustação de sabores do mundo, pratinho a pratinho, o apelo da casa é bastante simples: partilhe!

Numa viagem por sabores, texturas e produtos diferentes, apresentando um cardápio mutável conforme a sazonalidade dos produtos, a Casa de Pasto apresenta-se como uma casa de vanguarda, sempre pronta a surpreender com sugestões que elogiam as várias técnicas gastronómicas de todo o mundo. José Luís Machado é um dos donos e um dos cozinheiros (no verdadeiro sentido da palavra portuguesa) da Casa de Pasto e, entre explicações sobre o balanço positivo do negócio, apresentou-nos algumas sugestões de iguarias que pode provar neste ambiente tão terno e caloroso. Ah! Aos apreciadores dos clássicos Queques de Alheira, tão conhecidos na Casa de Pasto, deixamos um recado: não temos imagem, mas temos a receita (claro que os pormenores ficam no segredo dos deuses). “Alheira de caça, de preferência. À alheira pelada acrescenta-se grelos, fazendo um rolo que é depois pousado em cinco ou seis folhas de massa filo. Enrolado e apertado, esse rolo é depois cortado no tamanho que desejar e frito na hora. É muito fácil”, diz-nos José Luís. Mas vamos às sugestões propriamente ditas: um prato de carne, outro de peixe, uma proposta vegetariana e uma sobremesa para terminar em beleza.

Os Micro Preguinhos Invertidos

É um pão crocante com recheio líquido de queijo cheddar. Inclui uma fatia de vazia, muito malpassada, e maionese de alho e dijon. É um prato pensado para o comer à mão, revelando o lado menos formal da Casa de Pasto: um ambiente descontraído e familiar.

O Atum

Bife de atum fresco braseado, servido numa calda de cogumelos shiitake e espinafres, com um molho de soja da casa. Inclui ainda sementes de sésamo e pickles de cogumelos. O atum é uma proposta gastronómica que raramente sai da carta da Casa de Pasto, embora reinventem a receita. É um dos pratos mais procurados da casa.  

O Cevadotto de Cogumelos

Esta é uma sugestão vegetariana, que pode muito bem servir como guarnição num tipo de refeição mais formal. É um cevadotto de cogumelos. No fundo, é uma proposta semelhante ao risotto, mas em vez do uso de grão de arroz, a Casa de Pasto utiliza o grão da cevada. Porquê? Porque para além de atribuir uma textura e cremosidade diferente, tem um ponto de cozedura mais flexível.

O Fervente e Frio

Para a sobremesa, a Casa de Pasto sugere um brownie de chocolate com gelado de baunilha, morangos laminados e molho de caramelo. É uma proposta que é um verdadeiro espetáculo na mesa, principalmente no inverno. É uma sobremesa servida num prato em chapa quente, daí o fervente, deitando o caramelo quente por cima do gelado. 


4 vídeos 1011 followers