Revista Rua

Apreciar. Cultura

Forum Braga: Carlos Oliveira em Entrevista

“Queremos que o Forum Braga seja um local de encontros, de vivências de experiências”

Andreia Filipa Ferreira

Texto: Andreia Filipa Ferreira |

Com abertura agendada para o final de abril, o Forum Braga será a nova infra-estrutura que contribuirá para a dinamização cultural e económica da região do Minho e Norte de Portugal. Dotado de valências distintas, incluindo um centro de congressos que terá o maior auditório do Norte do país (com 1454 lugares), um pavilhão com a segunda maior sala de espetáculos em Portugal (com capacidade para 12 mil pessoas de pé), uma galeria de arte contemporânea, uma zona exterior para concertos (com capacidade para mais de 20 mil pessoas) e uma área para exposições (para mais de 300 stands), este Forum Braga será “um local de encontros, de vivências de experiências”, como garante Carlos Oliveira, o presidente da InvestBraga.

[ Carlos Oliveira, Presidente da InvestBraga ]

Em primeiro lugar, gostaríamos de questionar qual é a grande estratégia por detrás desta nova infraestrutura. O que será o Forum Braga?

Mais do que apenas uma infraestrutura para congressos ou feiras ou um simples recinto para espetáculos, criamos o Forum Braga para que ele funcione tal como o antigo Fórum funcionava na Roma Antiga. Ou seja, queremos que o Forum Braga seja um local de encontros, de vivências de experiências, seja o centro para a realização de negócios e um espaço para eventos culturais. Desta forma, acreditamos que o Forum Braga vai permitir posicionar a cidade de Braga como o destino de referência do Norte do país para o turismo de negócios e para a realização de grandes congressos, feiras e espetáculos. O facto de estarmos perto da Galiza é também uma grande vantagem uma vez que faz com que o Forum Braga seja olhado como um espaço de eleição, quer pelo público, quer pelos organizadores de eventos e empresas do país vizinho, vincando assim a capacidade deste espaço para atrair eventos internacionais.

 

Este Forum Braga terá, portanto, como propósito principal cativar novos públicos para a cidade de Braga?

Sem dúvida que sim.  Por exemplo, uma das valências que Braga não tinha e que vai passar a ter com a abertura do Forum Braga é a capacidade de organizar grandes espetáculos e concertos com artistas nacionais e internacionais. A nossa sala de espetáculos, com capacidade para acolher até 12 mil pessoas de pé, vai permitir posicionar-nos como a Altice Arena do Norte. Vamos também ter uma galeria de arte contemporânea - o Forum Arte Braga – um espaço que não existia na cidade e que vai permitir aos bracarenses e a todos aqueles que visitarem a cidade a terem contacto direto com as obras de artistas internacionais reputados e premiados.

Podemos já destacar alguns eventos/iniciativas culturais a terem lugar nos próximos meses?

O Forum Braga ainda não abriu, mas tem já um número relevante de eventos marcados para 2018, o que comprova o interesse que este espaço está a suscitar junto dos nossos parceiros um pouco por todo o país. No que diz respeito aos grandes concertos, vamos ter em Braga o Festival Groove (que costumava realizar-se em Cascais) no final do mês de julho, e onde estão já confirmados os Thievery Corporation e Yann Tiersen. Vamos também acolher grandes eventos como é o caso do festival Greenfest (em junho); do Portugal Fit (em novembro) e diversos espetáculos de humor e de stand up comedy. Ao mesmo tempo, o Forum Braga vai receber vários eventos infantis (Ruca; o Mundo de Sara; a Masha e o Urso; o Espaço Futebol Mundial). Estão também agendados vários eventos desportivos no âmbito da Cidade Europeia do Desporto (como é o caso da Final da Supertaça de Futsal ou da Supertaça de Andebol).

 

Uma das mais valias deste Forum Braga será, sem dúvida, a criação de um espaço com ótimas condições para o encontro entre empresários, através de congressos e outras feiras temáticas. O Forum Braga vem tentar posicionar Braga no panorama dos melhores destinos para negócios?

Essa é uma das nossas grandes metas. Temos infraestruturas modernas e polivalentes que podem adaptar-se à organização de congressos e de eventos empresariais de pequenas e grandes dimensões. Tanto podemos organizar um evento para 20 pessoas, como temos capacidade para realizar eventos para até 20 mil pessoas. Por outro, temos uma localização privilegiada (junto à Galiza) e com excelentes acessibilidades. Temos capacidade hoteleira em crescimento na cidade e na região e um vasto conjunto de serviços de apoio ao cliente. Tudo isto são trunfos fortes que nos ajudam a posicionar como um destino de referência para o turismo de negócios em Portugal.

Foi com base nestes fatores distintivos que o Forum Braga foi o espaço escolhido para receber o 4º Congresso da Ordem dos Psicólogos Portugueses, que trará mais de duas mil pessoas a Braga durante quatro dias.

Considera que a criação deste Forum Braga é sinónimo de crescimento e rejuvenescimento da própria cidade de Braga? Como vê Braga, em termos de dinâmica cultural e até empresarial, neste momento?

A criação do Forum Braga espelha o dinamismo e o espírito jovem e inovador que se vive na cidade. Somos um dos melhores concelhos do país para viver, temos uma população jovem, somos um dos principais concelhos exportadores. Somos uma cidade inteligente e cada vez mais cosmopolita. Por esta razão, o Forum Braga foi pensado para ser um espaço dinâmico e multifacetado. Acredito que este é um dos projetos que tem o potencial de transformar uma cidade e região. Sejamos todos capazes de estar à altura do desafio.


4 vídeos 1011 followers