Revista Rua

Viver. Decantar

Santos da Casa

100% Alvarinho

Joana Soares

Texto: Joana Soares |

A Santos e Seixo, detentora das marcas Santos da Casa e Rotas de Portugal, é uma empresa que produz e distribui vinhos e que pretende selecionar as melhores uvas e reavivar a cultura e o espírito singular na criação dos vinhos portugueses. 

O objetivo dos seus fundadores, Alzira dos Santos e Pedro Seixo, é que a marca traga uma visão diferente para o setor e novos consumidores ao mundo dos vinhos nacionais. Os vinhos Santos da Casa já viram a sua qualidade reconhecida com pontuações excelentes, atribuídas por revistas e personalidades importantes da área.

Os vinhos da Santos da Casa, organizados em três segmentos, remetem para as regiões vitivinícolas de maior relevo nacional, sendo produzidos com uvas do Douro e do Alentejo. Os vinhos da gama Colheita caracterizam-se pelo espírito de inovação e pelas suas castas, respeitando toda a riqueza do seu terroir. A gama Reserva exprime a personalidade e valor de cada região, tendo vinhos completos e com potencial de envelhecimento. Os Grande Reserva são vinhos produzidos de lotes provenientes das mais singulares vinhas velhas, com uma qualidade excecional e de grande personalidade. Às melhores uvas alia-se o know-how moderno, a tecnologia e o design da marca, que aposta em rótulos irreverentes, que chamem automaticamente à atenção. Os rótulos incluem uma escala de intensidade e sabor, algo que ajudará os consumidores na escolha do vinho.

A Santos da Casa lançou, no final de setembro, o vinho Reserva Alvarinho Branco 2016, o primeiro vinho da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, 100% Alvarinho da Sub-região Monção e Melgaço.  É um vinho bem estruturado e com acidez profunda, que apresenta também uma cor cítrica e um aroma intenso e complexo, sobressaindo notas de maracujá. A Região Demarcada dos Vinhos Verdes é a maior em território nacional e uma das maiores da Europa, tendo condições ideais para a produção de excelentes vinhos brancos, espumantes e aguardentes. Pedro Seixo afirma: “Apostámos na casta Alvarinho e nas condições únicas que a Região Demarcada do Vinho Verde confere às suas colheitas e também porque existe uma procura cada vez maior de Vinho Verde, a nível nacional e internacional”.


4 vídeos 817 followers