Revista Rua

Observar. Saber

Velha-a-Branca abre Concurso de Ideias para Reabilitação

Redação

Texto: Redação |

O projeto Velha-a-Branca, iniciado em 2004, abriu as inscrições para o Concurso de Ideias para a Reabilitação do Conjunto Habitacional da Senhora-a-Branca.

O concurso procura desafiar arquitectos e estudantes de arquitectura a apresentarem um projeto de reabilitação destinado em exclusivo a arrendamento, essencialmente para habitação do edifício onde agora se encontra o Estaleiro Cultural e três dos prédios contíguos. O objectivo desta reabilitação não é o de reinstalar o Estaleiro Cultural mas devolver a função habitacional a estes quatro edifícios, três dos quais devolutos. O concurso será composto por 3 momentos. Num primeiro momento, poderão agendar uma visita guiada aos edifícios, sujeita a reserva prévia. Num segundo momento, serão fornecidos todos os elementos necessários à participação, seguindo-se a entrega, sob anonimato, das propostas dos concorrentes. Num terceiro momento, serão seleccionadas seis propostas e apresentadas publicamente pelos seus autores. 

Os edifícios a reabilitar ocupam uma situação privilegiada em Braga: fachada voltada a Sul, localização em pleno centro histórico e logradouros em encosta até uma cota elevada, beneficiando de uma tranquilidade invulgar mas também de uma vista sobre a paisagem da cidade e envolvente. O desafio deste concurso exploratório é o de encontrar forma de aproveitar singularidades dos edifícios existentes e do seu extenso logradouro para projetar as habitações, demonstrando, simultaneamente, a viabilidade económica desta abordagem e a qualidade espacial única que com ela se obtém. O atual edifício, onde se encontra instalado o Estaleiro Cultural Velha-a-Branca, possui mais de 250 anos e um extenso logradouro. Tendo sido adquirido em 2002 pela empresa Domingos Almeida & Filhos, Lda. Esta sociedade adquiriu entretanto mais 3 prédios contíguos de forma a proceder à sua reabilitação conjunta. Nas últimas décadas, muitos edifícios antigos do Centro Histórico têm vindo a ser remodelados. O objectivo deste concurso é contrariar a tendência de demolição integral do interior dos edifícios e optar por um processo criativo, o que contudo, não será vinculativo para a sociedade proprietária.

Será também uma oportunidade para discutir a cidade e o centro histórico e a forma como o re-habitamos.


4 vídeos 808 followers