2018-05-03T10:52:44+00:00 Património, Região

A ligação à terra, num reduto da natureza

Espigueiros do Soajo
José Gonçalves Lopes
José Gonçalves Lopes2 Março, 2018
A ligação à terra, num reduto da natureza
Espigueiros do Soajo

A vila e freguesia do Soajo pertence ao concelho de Arcos de Valdevez e ao distrito de Viana do Castelo. É um local que respira natureza e, rodeado por ela, com muitos itinerários pedestres, é possível estar em plena comunhão com a fauna e a flora autóctone.

As principais atividades económicas são a agricultura e o turismo, auxiliado por estabelecimentos de restauração, turismo em espaço rural e pequenas empresas locais que aumentam a oferta de trabalho nesta localidade.

A muita procura a nível turístico por esta localidade não é apenas por se localizar no Gerês, o único parque nacional do país, mas também por singularidades que o Soajo possui.

O conjunto de espigueiros, vinte e quatro espigueiros que fazem a eira comunitária, são a alma e o coração de um povo com grande parte da vida dedicada à agricultura. A sua localização é essencial, não só pela centralidade, mas também pela particularidade de estar em cima de uma laje granítica, protegendo as espigas do mau tempo e da curiosidade de animais.

As paredes dos espigueiros possuem aberturas para que o ar circule pelas espigas, para que estas sejam secas. É comum que o topo seja rematado por uma cruz, representando a fé e devoção da população e a proteção dos cereais, fundamentais para a sua alimentação e dos seus animais. Alguns desses espigueiros ainda são utilizados hoje em dia, sendo o mais antigo de 1782. Desde 1983 que a eira comunitária do Soajo está classificada como Imóvel de Interesse Público.

No Soajo aconselho também a visita à Igreja Matriz, ao Pelourinho que é monumento nacional, provar a gastronomia local, como por exemplo o pão de ló e visitar a Porta do Mezio, uma das cinco portas do Parque Nacional da Peneda-Gerês, onde podemos ver a dimensão e beleza do Soajo e da Peneda, que a UNESCO considerou Reserva Mundial da Biosfera.

O Soajo é um reduto da natureza no seu estado mais puro, que retrata na perfeição a ligação umbilical de um povo à terra com as mãos calejadas após um dia intenso de trabalho.

Partilhar Artigo: