Revista Rua

Boteco da Dri: Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça!

Do Rio para a beira Tejo, os sabores cariocas chegaram ao Cais do Sodré, em Lisboa
Fotografias ©D.R.
Andreia Filipa Ferreira
Andreia Filipa Ferreira9 Outubro, 2018
Boteco da Dri: Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça!
Do Rio para a beira Tejo, os sabores cariocas chegaram ao Cais do Sodré, em Lisboa

Se há banda sonora capaz de descrever na perfeição o espaço que, recentemente, abriu em Lisboa, é a icónica bossa nova de Garota de Ipanema, uma composição de Tom Jobim com letra de Vinicius de Moraes. O Boteco da Dri é uma autêntica viagem a terras cariocas sem sair de Lisboa, desde a decoração à gastronomia, numa homenagem à mulher brasileira, “linda e cheia de graça”, apaixonada pelo ritmo e pelo sabor do Rio de Janeiro.

Com uma atmosfera descontraída e uma decoração cuidada, o Boteco da Dri localiza-se junto ao rio Tejo, no Cais do Sodré, e na carta apresenta, como refere o chef brasileiro Pedro Hazak, “uma verdadeira mostra dos melhores sabores cariocas”, apesar do menu ter alguma pitada de influências estrangeiras que inspiram as sugestões maioritariamente brasileiras, como o strogonoff da Rússia ou o falafel do Médio Oriente.

O pão de queijo, feito de forma tradicional ou recheado com linguiça, o pastel de carne, queijo ou camarão, o aipim (mandioca frita), o picadinho carioca, a picanha ou a feijoada são apenas algumas das iguarias que este boteco tem para oferecer. Ah, e antes de se entregar ao samba, não deixe de experimentar as sobremesas como o mousse de maracujá e chocolate, o brigadeiro de chocolate com morango, a goiabada com queijo minas, a paçoquinha com doce de leite… já lhe abrimos o apetite? Então aponte o horário: de terça a domingo, das 19h às 4h. Uma boa opção para aquelas refeições fora de horas, não acha?

Partilhar Artigo:
Fechar