Revista Rua

2018-11-27T15:39:05+00:00 Cultura, Música

Quando o Psicadelismo fusiona com o Jazz

©Miguel Estima
Miguel Estima
Miguel Estima27 Novembro, 2018
Quando o Psicadelismo fusiona com o Jazz

O balcão da sala original do Avenida Café-Concerto, em Aveiro – um espaço recente da cidade – , serve agora para acolher concertos, numa programação eclética, contudo inovadora e arriscada. Para os mais ousados e para os que gostam de novas experiências, este é uma espaço de grandes descobertas.

Ontem foi a vez dos Doum & the Faryds  apresentarem o quarto álbum de originais, Spirit Rejoin, lançado na primavera deste ano. A banda Milanesa continua a surpreender a cada novo disco com uma forte base rítmica e polirritmias dinâmicas, contudo neste disco já se sente uma presença mais acentuada do jazz. O concerto resultou numa experiência única de fusão entre o Electric Jazz, contaminado por um Rock-jazz-blues e uma pitada forte de um Afro-free Jazz, culminando num Space Rock. Resultado: um psicadelismo próprio, um som único.

Partilhar Artigo:
Fechar