Revista Rua

2018-11-02T14:16:43+00:00 Cultura, Outras Artes, Radar

Theatro Circo: o que vem aí?

Festival para Gente Sentada, Baixa Terapia, Mafalda Veiga e muito mais para fechar o ano
Joana Soares
Joana Soares2 Novembro, 2018
Theatro Circo: o que vem aí?
Festival para Gente Sentada, Baixa Terapia, Mafalda Veiga e muito mais para fechar o ano

Para aproveitar ainda hoje, dia 2, há o concerto de Scott Matthew, pelas 21h30. Depois de uma parceria com Rodrigo Leão, da qual surgiu o álbum Life is Long, em 2016, o artista apresenta agora Ode to Others, o novo álbum a solo.

Scott Matthew

No campo do teatro, a comédia Baixa Terapia chega ao Theatro Circo no dia 8 de novembro e mantém-se em cena até dia 11, às 21h30, sendo que no último dia há também uma sessão às 16h30. A peça que gira em torno da história de três casais num consultório de psicoterapia, traz de volta o ator brasileiro António Fagundes.

Nos dias 16 e 17 de novembro, o Festival para Gente Sentada está de volta à cidade de Braga. Marlon Williams atua no primeiro dia, trazendo a Portugal o seu álbum mais recente, Make Way For Love. Num disco que narra a história de um recém desamor, o cantor explora diferentes sonoridades, passando pelo country, soul, folk e pop. Alice Phoebe Lou atua também no dia 16, apresentando Orbit, o novo álbum. Com narrativas honestas e cruas sonoridades musicais, a cantora e compositora sul-africana tem vindo a cativar amantes de música em todo o mundo. No segundo dia do festival, o Theatro Circo recebe Nils Frahm, um dos criadores contemporâneos mais vibrantes da atualidade. Com uma abordagem pouco convencional do piano, o compositor, produtor e intérprete está de volta aos palcos com o novo disco, All Melody. Para encerrar o segundo dia do Festival para Gente Sentada, atua Núria Graham, uma das vozes mais promissoras da sua geração em Espanha. No EP In the Cave, de 2016, a jovem de 22 anos demonstra um trabalho sólido, repleto de letras sensuais e um tom mais pop do que no álbum de estreia.

A peça de teatro Embarcação do Inferno chega ao Theatro Circo nos dias 22 e 23 de novembro, com quatro sessões disponíveis. Em comemoração dos 500 anos da primeira edição do Auto de Moralidade da Embarcação do Inferno, também conhecido como Auto da Barca do Inferno, a Escola da Noite e o Cendrev apresentam uma das mais importantes obras literárias da cultura portuguesa.

O último destaque musical de novembro é o concerto de Tigran Hamasyan, dia 24, pelas 21h30. O pianista de jazz/rock e compositor apresenta An Ancient Observer, um álbum focado na arte da observação. Aos 30 anos o pianista conta com o melhor prémio de piano no Festival de Jazz de Montreux de 2013 e o grande prémio no prestigiado concurso de piano de Jazz Thelonious Monk de 2006.

Para quem prefere dança, a performance This is Not Your Cup, da coreógrafa Elisabeth Lambeck em co-criação com Maria Walser, será apresentada no dia 29 de novembro, pelas 21h30. A atuação faz parte do terceiro e último momento do ano do ciclo Segunda Casa.

Tigran Hamasyan

Para dezembro, o Theatro Circo apresenta a peça A Bela e o Monstro, de 14 a 16 de dezembro, com seis sessões disponíveis. Com encenação de Paulo Sousa Costa e João Didelet, estará em cena uma das mais famosas histórias do imaginário ocidental. Há também um concerto da banda Fere, no dia 21, pelas 22h. O álbum de estreia da banda portuguesa, Montedor, foi apresentado este ano e é inspirado em bandas como Russian Circles ou Isis. Já conhecida do público português, Mafalda Veiga, atua no dia 28, às 21h30. Ao lado de João Gil, João Pinheiro, David Santos, António Vasconcelos Dias e José Guilherme Vasconcelos Dias, Mafalda Veiga levará para palco as canções mais importantes da sua vida e as mais marcantes para o público.

Partilhar Artigo:
Fechar