Revista Rua

2021-10-07T18:16:38+01:00 Radar

10 castelos de norte a sul do país que tem de conhecer

O Dia Nacional dos Castelos visa promover iniciativas e atividades que incentivem a reflexão sobre o património nacional.
Castelo de Guimarães ©D.R.
Redação7 Outubro, 2021
10 castelos de norte a sul do país que tem de conhecer
O Dia Nacional dos Castelos visa promover iniciativas e atividades que incentivem a reflexão sobre o património nacional.

Por: Diana Ferreira

Os castelos são autênticos guardiões da História e do nosso legado. Hoje, dia 7 de outubro, celebra-se o Dia Nacional dos Castelos, uma data que visa promover iniciativas e atividades que incentivem a reflexão sobre o património nacional. Neste sentido, a RUA deixa 10 sugestões de castelos de norte a sul do país que pode visitar nos próximos dias.

Castelo de Guimarães

O Castelo de Guimarães surgiu da necessidade de proteger as populações de ataques inimigos. Na época, a localidade chamava-se Vimaranes e pertencia ao Condado Portucalense, parte do reino de Leão. Reconhecido como o mais próximo das origens de Portugal, o Castelo de Guimarães foi onde nasceu D. Afonso Henriques, o primeiro Rei de Portugal. Localizado no berço de Portugal, o Castelo de Guimarães evoca a poesia, a história e o heroísmo que remontam ao início da história de Portugal.

Castelo de Leiria ©D.R.

Castelo de Bragança

O Castelo de Bragança, um dos mais representativos da arquitetura medieval, foi construído por D. João I. É conhecido pela lenda da Torre da Princesa, que conta a história de uma princesa apaixonada por um fantasma e que contraria o seu tio quando ele a quer obrigar a casar com outro cavalheiro. No interior da Torre, com cinco pisos, está inserido o Museu Militar, fundado em 1932 por iniciativa do coronel António José Teixeira.

Castelo de Santa Maria da Feira

Trata-se de um dos monumentos medievais mais completos do país. Um castelo dos contos de fadas na vida real, é uma peça única da arquitetura militar portuguesa devido à diversidade dos seus recursos defensivos, utilizados entre os séculos XI e XVI. Ao longo da história, já desempenhou várias funções: castro de ocupação humana, baluarte contra as invasões normandas, sede de região militar e grande centro político. Hoje, o Castelo funciona como polo cultural na vasta região em que se insere. A altura mais comum para visitar o castelo é em julho e agosto, por altura da Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, onde acontece um evento medieval que recria a atmosfera da época.

Castelo do Sabugal

É no distrito da Guarda que está o Castelo do Sabugal, também chamado de Castelo das Cinco Quinas. Este castelo tem uma torre de menagem pentagonal, com um formato único em Portugal e que se destaca na Serra da Malcata, com vista para o rio Côa. Reza a lenda que foi no largo deste castelo, de beleza interior austera, que se deu o famoso Milagre das Rosas com a Rainha Santa Isabel e D. Dinis.

Castelo dos Templários de Tomar

A construção deste castelo foi uma questão de estratégia militar, nascida da necessidade de oferecer resistência perante o poder dos muçulmanos. O castelo incorpora o Convento de Cristo, uma obra-prima da arquitetura Manuelina, considerada património da Humanidade.

Castelo de Silves ©D.R.

Castelo de Almourol

Situado numa ilhota no meio do Rio Tejo, este castelo é associado a várias lendas, incluindo uma que o considera assombrado por uma antiga princesa. Constitui-se como um dos monumentos mais emblemáticos da Reconquista Cristã, com 18 metros de altura, nove torres e uma paisagem envolvente de atmosfera romântica.

Castelo de Leiria

De estilo gótico, este castelo foi a residência real de D. Dinis e da sua esposa Rainha Isabel. Mas foram vários os monarcas que se deixaram encantar com a linda paisagem envolvente do Castelo de Leiria, de mar e serra. O castelo sofreu danos com as invasões francesas, ficando quase ao abandono, mas foi reconstruído pela Liga dos Amigos do Castelo e pelo arquiteto suíço, Ernesto Korrodi.

Castelo dos Mouros

É em Sintra que se situa este castelo erguido sob rochas, construído pelos Mouros no século IX. Destaca-se pelas torres altas, o jardim, a muralha e a magnífica vista, uma vez que está localizado no alto de uma serra.

Castelo de São Jorge

O castelo de São Jorge, em Lisboa, foi construído pelos Muçulmanos no século XI, localizando-se sobre uma das colinas da capital. Era primariamente um local de defesa, mas também se tornou numa residência real, a de D. Afonso Henriques. O castelo funcionou também como prisão e fortificação, tornando-se num dos principais símbolos e monumentos da cidade.

Castelo de Silves

As primeiras fortificações construídas em Silves foram dos Fenícios, seguidos dos Romanos e, finalmente, dos Mouros, antes de D. Afonso III conquistar a cidade e restaurar o castelo. É uma das mais reconhecidas obras de arquitetura militar deixadas pelos Árabes, com mais de mil anos de existência. Situado no ponto mais alto da colina em que a cidade algarvia assenta, o castelo está rodeado de uma forte muralha revestida de arenito vermelho.

Partilhar Artigo: