Revista Rua

2019-08-07T10:21:53+01:00 Cinema, Cultura

10 curiosidades sobre o filme Pulp Fiction

Partilhar Artigo:
Redação5 Agosto, 2019
10 curiosidades sobre o filme Pulp Fiction
Partilhar Artigo:

Um dos filmes mais icónicos de Quentin Tarantino, Pulp Fiction chegou aos cinemas nacionais a 25 de novembro de 1994 e faz este ano 25 anos.

Fomos descobrir 10 curiosidades sobre uma dos filmes mais falados da história do cinema e que, este ano, regressa ás salas de cinema portuguesas com uma cópia digital restaurada, da Medeia Filmes. A primeira sessão está marcada para 24 de agosto no Cinema Monumental, em Lisboa.

D.R.

Samule L. Jackson e o papel de Jules

Jules foi especialmente pensado para Samuel L. Jackson, mas o primeiro teste do ator americano não correu muito bem. A personagem quase ficou entregue a Paul Calderón, que viria a ficar com um papel menor, o de barman. Ainda bem que Samuel L. Jackson voltou para um novo teste, desta vez para ser aprovado. Outra curiosidade em relação à personagem de Jules é a peruca encaracolada. Alguém da equipa de Tarantino mostrou e peruca usada por Samuel, o ator experimentou e Tarantino aprovou.

Tarantino empresta o carro e a carteira

 O carro conduzido por Vincent no filme, um 64 Malibu vermelho, pertencia a Tarantino na vida real. Foi roubado durante o período de gravação por adolescentes e encontrado só em 2013. Na altura a policia descobriu, pelo número de série do veículo, que se tratava do mesmo carro visto em Pulp Fiction.

A carteira de Jules, “Bad Mother Fucker”, também era de Tarantino. Samuel L. Jackson usou na cena do roubo no café. Ainda hoje Tarantino usa essa carteira.

D.R.

Uma Thurman como Mia Wallace

A icónica personagem Mia Wallace era um papel muito desejado por grandes atrizes dos anos 90, entre elas Meg Ryan e Isabella Rossellini. Uma Thurman chegou a recusar o papel, mas Tarantino ligou-lhe e leu o roteiro todo do filme até ela concordar em participar.

D.R.

A famosa dança

A famosa dança entre as personagens de Uma Thurman e John Travolta é ao som de “You Never Can Tell”, de Chuck Berry. O interessante é que a mãe de Tarantino ouvia essa mesma música repetidamente quando estava grávida do filho. Além disso, a cena é uma homenagem a outra cena de dança, presente no clássico , filme de 1963 realizado por Frederico Fellini.

D.R.

O salário “pobre” de John Travolta

John Travolta, com o papel de Vincent Vega, foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator, mas este papel estava designado ao ator Michael Madsen, com quem Tarantino tinha trabalhado em Reservoir Dogs. Contudo, Michael estava a gravar Wyatt Earpe e Travolta foi chamado. O seu salário rondou uns míseros 150 mil dólares, cerca de 135 mil euros.

Erro de gravação?!

Uns pensam que é um erro, outros acreditam que foi de propósito.

Quando Vincent e Jules vão ao apartamento de Brett para recuperar a mala de Marsellus, uma das personagens que está na casa atira em direção aos dois, mas não acerta nenhum. Fãs mais atentos repararam que os furos, aparentemente causados pelas balas perdidas, já aparecem na parede antes do jovem disparar a arma.

D.R.

Vincent e a casa de banho

 Sempre que Vincent vai à casa de banho, algo de mau acontece. Quando ele volta para casa com Mia, ele vai à casa de banho – enquanto isso, Mia tem uma overdose na sala. No café, no final do filme, Vince está a ler um livro (Modesty Blaise, do autor Peter O’Donnell) enquanto acontece o assalto no local. Butch entra em casa para buscar o seu relógio enquanto Vince está…adivinhe, na casa de banho.

O que há na mala de Marsellus?

Este é um dos maiores mistérios de Pulp Fiction. Desde drogas a diamantes (que aparecem no filme Reservoir Dogs), – também de Tarantino -, de material radioativo, devido à luz que sai da mala quando é aberta, a explicação mais popular inventada pelos fãs é a de que a mala continha a alma de Marsellus Wallace.

Segundo contos bíblicos, quando uma pessoa sela um pacto com o Diabo, ele rouba a alma puxando-a pela sua nuca. Isso justificaria a presença de um curativo na parte de trás da cabeça de Marsellus. Além disso, a senha do cadeado da mala é 666. Ou seja, Marsellus vendeu o seu espírito ao Diabo e queria comprá-lo de volta – por isso enviou Vince e Jules para o apartamento dos três “facilitadores do Diabo”.

Apesar da fama de tal teoria, Quentin desmentiu-a. Ele revelou durante uma entrevista que dentro da mala tem “qualquer coisa que o espetador queira que tenha”. O seu principal objetivo é servir de instrumento para mover a narrativa, não importando o seu significado real.

D.R.

Pseudo-bíblico

A passagem bíblica que Jules recita em momentos do filme foi, em grande parte, reescrita por Samuel L. Jackson e Tarantino. A única parte similar ao texto da Bíblia é: ” E derrubarei sobre ti, com grande vingança e furiosa raiva, aqueles que tentam envenenar e destruir meus irmãos. E você saberá que o meu nome é Senhor quando eu derramar minha vingança sobre você.”

D.R.

Kurt Cobain no filme?

Numa entrevista Courtney Love declarou que Kurt Cobain, guitarrista e vocalista dos Nirvana, quase fez o papel de Lance, que inicialmente seria de Tarantino e depois acabou ficando com Eric Stoltz. Kurt Cobain não pôde aceitar o papel de traficante porque a editora não queria a imagem de Cobain relacionada com drogas. Kurt agradece a Tarantino na contracapa do disco In Utero, lançado pelo Nirvana em Setembro de 1993.

Partilhar Artigo: