Revista Rua

2021-02-19T15:26:53+00:00 Bússola, Viagens

15 Destinos de inverno que nos fazem sonhar

Nunca é cedo demais para começar a pensar na sua próxima viagem de sonho.
Chamonix, França ©D.R.
Redação12 Fevereiro, 2021
15 Destinos de inverno que nos fazem sonhar
Nunca é cedo demais para começar a pensar na sua próxima viagem de sonho.

Por Vera Salazar

O inverno traz consigo o quentinho da lareira e o conforto dos longos casacos de inverno. Numa época em que a neve já se faz ver em várias zonas do globo, a RUA, mesmo com o conhecimento que a maré não é a mais propícia para viagens, irá ajudá-lo a viajar dentro de casa, nem que seja apenas em sonhos.

Tallinn, Estónia ©D.R.

Tallinn, Estónia

Tallinn é a capital da Estónia e apresenta-se como o centro cultural do país. É destacada pelo seu ar medieval retirado de verdadeiros contos de fada que, por si só, já vale a viagem. Becos, pátios e passarelas dão uma imagem de cartão postal ainda mais bonito na época com neve.

Esta região preserva a antiga cidade e salvaguarda cafeterias, lojas e uma torre de defesa do século XV. A Igreja de São Nicolau é um monumento também muito procurado já que data o século XIII e exibe a arte eclesiástica. Com mais de 700 anos de história, foi declarada como Património da Humanidade pela UNESCO e é lá que pode encontrar a farmácia mais antiga da Europa que ainda está em atividade.

A cidade é animada por numerosos festivais, como o da cerveja, do centro histórico, do jazz, da música barroca e da canção. Tem também mais de trinta museus que abrangem toda a História da Estónia e inúmeras galerias de arte perfeitas para fotos memoráveis.

São Petersburgo, Rússia

Neve é palavra de ordem nesta época do ano, por isso, prepare-se para encontrar a cidade coberta por um manto branco. É um dos lugares mais frios da Europa tendo a temperatura média de -5 graus centígrados durante o inverno, o que faz com que o Rio Neva fique completamente congelado.

São Petersburgo é uma cidade portuária situada às margens do Mar Báltico. Foi a capital imperial por dois séculos, tendo sido fundada em 1703 por Pedro, o Grande e continua a ser o centro cultural da Rússia.

É uma cidade que respira cultura, por isso, não deixe de visitar os palácios, os museus, teatros de São Petersburgo e dar longos passeios para presenciar a ligação perfeita entre a iluminação e a neve.

Innsbruck, Áustria ©D.R.

Innsbruck, Áustria

É a capital do estado do Tirol, no oeste da Áustria, e é uma cidade tradicionalmente conhecida como um destino para a prática de desportos de inverno. É também conhecida pela sua arquitetura imperial e moderna e por já ter sediado os Jogos Olímpicos de Inverno por três vezes.

Numa cidade que tem nove estações de Ski, não se esqueça de subir o Nordkette. Aproveite ainda para andar de tobogã e desfrutar o lado mais romântico da cidade.

Bariloche, Argentina ©D.R.

Bariloche, Argentina

San Carlos de Bariloche, chamada também apenas Bariloche, é uma cidade na região da Patagónia argentina. É limitada pelo lago glacial Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes, e é conhecida, sobretudo, pela sua arquitetura no estilo alpino suíço e pelo chocolate, vendido em lojas na Calle Mitre, a rua principal.

É idílico para caminhadas e para a prática de Ski, sendo um paraíso para os amantes de neve e de desportos de inverno.

Berlim, Alemanha ©D.R.

Berlim, Alemanha

A capital da Alemanha é uma opção lindíssima para uma boa viagem durante a época fria por ser uma cidade de contrastes, onde cultura e história andam de mãos dadas.

Marca a sua existência desde o século XIII e guarda em si as recordações da turbulenta história da cidade no século XX: o tempo nazi. As ruínas do Muro de Berlim, o Memorial do Holocausto e o Portão de Brandemburgo são emblemáticos locais a visitar.

Berlim é um dos lugares mais belos da Europa, especialmente acompanhado por neve, estando à sua espera o reconfortante Glühwein, um vinho tinto quente com canela, e momentos calorosos mesmo numa cidade imensamente fria.

Edimburgo, Escócia ©D.R.

Edimburgo, Escócia

Cheia de edifícios medievais e com um castelo mesmo no coração da cidade, Edimburgo é um conto de fadas, particularmente quando se envolve de branco.

É uma elegante cidade que inclui jardins e construções neoclássicas. No ponto mais elevado da cidade fica o Castelo de Edimburgo, que acolhe as joias da coroa da Escócia e a Pedra do Destino, usada na coroação dos governantes escoceses. Arthur’s Seat é um pico majestoso com vistas panorâmicas em Holyrood Park e a colina Calton Hill é coberta por monumentos e memoriais. E, caso esteja frio, pode sempre refugiar-se numa xícara de chocolate quente.

Tromsø, Noruega ©D.R.

Tromsø, Noruega

A cerca de 350 km do Círculo Polar Ártico, encontra-se uma pequena cidade no norte da Noruega. É reconhecida por ser um ponto de excelência para a visualização da colorida aurora boreal que ilumina o céu noturno.

O centro histórico da cidade distingue-se pelas casas de madeira centenárias e pela Catedral do Ártico, de 1965, com o seu característico telhado em bico e os elevados vitrais.

No inverno, o sol permanece completamente escondido, um fenómeno conhecido como a noite polar e que acontece de meados de novembro a meados de janeiro.

Zurique, Suíça ©D.R.

Zurique, Suíça

Não poderíamos deixar de lado a cidade reconhecida pelo seu chocolate e neve, palavras de ordem na época invernosa.

É considerada a cidade com maior qualidade de vida em todo o mundo e é uma das cidades mais encantadoras da Suíça. É o centro bancário e financeiro internacional e reflete a sua historicidade nas vias pitorescas do centro de Altstadt (Cidade Antiga) que data o século XVII.

Ainda na velha cidade visite as lojas de antiguidades e alguns dos seus 50 museus – e não se esqueça de visitar o lago e os numerosos mercados na cidade.

Nova Iorque, Estados Unidos ©D.R.

Nova Iorque, Estados Unidos

New York, New York”, como diz a música, não poderia faltar nesta listagem. É inesquecível de qualquer maneira, mas não se pode negar que o inverno lhe dá aquela aparência de filme. Há sempre imenso a visitar e, no inverno, a cidade é ainda mais mágica!

No centro da cidade fica Manhattan, um local com os principais centros comerciais, financeiros e culturais do mundo. Entre os seus pontos emblemáticos, destacam-se os arranha-céus, como o Empire State Building, e o enorme Central Park. O teatro da Broadway e as luzes da Times Square são momentos inesquecíveis para aproveitar nesta viagem.

Chamonix, França ©D.R.

Chamonix, França

Chamonix-Mont-Blanc, geralmente abreviada para Chamonix, é uma zona turística perto da França, Suíça e Itália. A base do Mont Blanc, o pico mais alto dos Alpes, é conhecida pela prática de ski. Durante todo o ano, os teleféricos levam os visitantes até aos vários picos próximos com vistas panorâmicas, como o Aiguille du Midi, sobre a cidade, e o Pointe Helbronner.

Chamonix é, então, um lugar de eleição para os alpinistas e praticantes de ski, graças aos vários picos de montanhas e da natureza no seu estado mais puro.

Praga, República Checa ©D.R.

Praga, República Checa

Esta cidade é um dos destinos imperdíveis da Europa. Imagine-se nas ruas de Praga rodeado de neve… Nada parece melhor!

Muito romântica e muito bonita, Praga é um verdadeiro conto de fadas: ruas de pedras, edifícios históricos, cúpulas e cafés. Aproveite para admirar o Rio Moldava congelado.

Turim, Itália ©D.R.

Turim, Itália

É a capital de Piedmont, no norte de Itália, e é conhecida pela sua requintada arquitetura e gastronomia. É constituída por imponentes edifícios de estilo barroco e cafés antigos.

Não deixe de visitar as famosas grandes praças de Turim, tais como a Piazza Castello e a Piazza San Carlo, o pináculo elevado da Mole Antonelliana, uma torre do século XIX que alberga o interativo Museu Nacional do Cinema.

Não se esqueça de um dos mais belos lugares com neve o ano todo: os Alpes. Além da paisagem ser incrível pode sempre aproveitar para aprender a esquiar.

Toronto, Canadá ©D.R.

Toronto, Canadá

A pista de patinagem da Nathan Phillips Square já pede uma visita. Além da diversão que a pista oferece, pode ainda tirar fotos na praça com a placa colorida que nomeia a cidade.

Aproveite e admire a espetacular CN Tower, que tem mais de 530 metros, e dê um passeio pelo histórico bairro Distillery. Aproveite ainda para visitar o Museu do Hockey Hall of Fame, que tem os seus 5.500 metros quadrados dedicados ao hóquei.

Ilhas Virgens Britânicas, Inglaterra

As Ilhas Virgens Britânicas fazem parte de um arquipélago vulcânico e são um território britânico ultramarino. Abrangem quatro principais ilhas e o território é conhecido pelas suas fabulosas praias.

Na maior ilha, Tortola, ficam a capital Road Town e o Parque Nacional Sage Mountain. Na ilha Virgin Gorda estão os Baths, um labirinto de rochas à beira da praia.

Se está à procura de passar esta época de inverno numa praia, este é o destino indicado para si.

Nagano, Japão ©D.R.

Nagano, Japão

Nagano localiza-se na região de Chubu no Japão. A cidade de Hakuba, mesmo à saída da cidade nos Alpes do Norte japoneses, é um dos melhores destinos de ski em todo o país. Se tiver oportunidade não deixe de visitar Shirahone Onsen, que carrega uma água com imenso magnésio e cálcio, e experimente as massas características do Japão.

Partilhar Artigo: