Revista Rua

2022-09-28T14:58:55+01:00 Negócios

3 dicas para pedir crédito enquanto empresário em nome individual

É possível pedir um crédito pessoal, quando se é empresário em nome individual? Continue a ler e descubra como pode pedir um empréstimo e quais as alternativas de financiamento.
Redação28 Setembro, 2022
3 dicas para pedir crédito enquanto empresário em nome individual
É possível pedir um crédito pessoal, quando se é empresário em nome individual? Continue a ler e descubra como pode pedir um empréstimo e quais as alternativas de financiamento.

Ser empresário em nome individual é um desafio em vários aspetos. Para além de desempenhar vários papéis e trabalhar diariamente para o crescimento do seu negócio, o trabalhador independente pode, também, encontrar obstáculos ao pedir crédito.

Neste artigo, exploramos as alternativas existentes e damos algumas dicas a por em prática para facilitar a aprovação do seu crédito.

Alternativas de financiamento para empresários em nome individual

Existem, atualmente, vários incentivos para a criação do próprio emprego, em Portugal. Se procura um empréstimo para financiar ou investir no seu negócio, tem ao seu alcance diversas alternativas de financiamento:

1 – Adiantamento do subsídio de desemprego

Se ainda não tem a sua empresa criada e está em situação de desemprego e a receber o respetivo subsídio, pode pedir um adiantamento deste valor para investir no seu negócio. Ou seja, não sendo um empréstimo, porque irá receber a totalidade do subsídio de desemprego, em vez de receber em mensalidades, esta forma de financiamento permite-lhe investir no lançamento do seu negócio, dando-lhe liquidez imediata para todos os custos que possa ter.

2- Investimento através dos Fundos Europeus

Programas como o Portugal 2020 (que resulta de um acordo entre Portugal e a Comissão Europeia) permitem-lhe obter financiamento para desenvolver o seu negócio. Para concorrer, o empresário deve ter a situação fiscal singular e coletiva regularizada e submeter a candidatura através do Balcão dos Fundos Europeus.

3- Crédito especializado e microcrédito

Algumas instituições financeiras oferecem crédito especializado, com condições específicas para empresários em nome individual. O microcrédito tem a característica de possuir um período de carência de capital, durante o qual apenas irá amortizar juros. A viabilidade do projeto apresentado é avaliada pela entidade prestadora do crédito que, além de disponibilizar o dinheiro, ajuda também o cliente na implementação do projeto.

4- Crowdfunding ou business angels

Uma alternativa ao crédito pode ser o financiamento privado, quer por via de crowdfunding, quer através de business angels. No primeiro caso, o processo consiste num financiamento colaborativo, para o qual qualquer indivíduo pode contribuir, de forma anónima ou não. Já os business angels são investidores privados que investem capital próprio em projetos que consideram válidos.

5- Crédito pessoal

Uma outra alternativa aos métodos de financiamento acima mencionados é o crédito pessoal. Este permite aceder a fundos de forma simples e rápida, sem precisar de apresentar projetos nem sequer justificar o pedido de empréstimo. No entanto, as taxas poderão ser mais elevadas e não existe período de carência de capital.

Vai pedir um crédito pessoal? Siga estas 4 dicas

Se é empresário em nome individual e pretende obter um crédito pessoal, poderá encontrar alguns entraves. No entanto, não é impossível conseguir um empréstimo, enquanto trabalhador independente. Para aumentar as hipóteses de ver o seu pedido de crédito ser aprovado, siga as seguintes dicas:

Garanta uma taxa de esforço baixa

A taxa de esforço é o principal fator avaliado por uma entidade financeira, no pedido de crédito. Para um empresário em nome individual, a taxa de esforço pode ser calculada através da média de rendimentos dos últimos meses. Garanta que a taxa não ultrapassa os 33%, ou seja, um terço do rendimento médio mensal.

Reduza os encargos mensais

Se pretende pedir um crédito pessoal, garanta que tem o mínimo de encargos possível. Embora haja despesas impossíveis de eliminar (como a água, a luz e a renda), há outras dívidas (como outros créditos e dívidas com cartões de crédito) que deve saldar antes de fazer um novo pedido de crédito. Reduzir os encargos mensais não irá só garantir-lhe um mapa de responsabilidades de crédito limpo, mas também maior margem de manobra para fazer face ao pagamento da prestação mensal do crédito.

Faça uma simulação

Consulte as várias ofertas de crédito disponíveis. Nem sempre o banco habitual é aquele que oferece condições mais vantajosas. Existem vários simuladores que lhe permitem saber quanto e quando terá de pagar por um crédito de um determinado montante, tendo em conta não só o valor pedido, mas também as taxas, comissões e prazo de pagamento.

Partilhar Artigo: