Revista Rua

2019-09-30T17:32:27+01:00 Cultura, Outras Artes

365 Algarve: a nova programação arranca já em outubro

A quarta edição de 365 Algarve arranca já em outubro com inúmeras propostas culturais.
LUZA - Festival Internacional de Luz do Algarve ©D.R.
Maria Inês Neto30 Setembro, 2019
365 Algarve: a nova programação arranca já em outubro
A quarta edição de 365 Algarve arranca já em outubro com inúmeras propostas culturais.

A quarta edição de 365 Algarve arranca já em outubro e procura trazer um novo conceito, promovendo inúmeras propostas culturais. A programação dá a conhecer tudo o que poderá ver, ouvir e fazer, desde outubro até maio de 2020, num ciclo que promete refletir e conhecer.

Partindo da premissa da ideia de território enquanto paisagem à escala humana, expressa no ensaio de George Steiner, A Ideia de Europa, o 365 Algarve propõe uma programação que promete dar a conhecer melhor as ruas e as praças. Através do ritmo de caminhante, todos os detalhes e beleza deste património algarvio serão homenageados.

A programação deste ciclo sublinha a ligação à terra e a um território à escala humana, como é o exemplo do Festival da Comida Esquecida, um projeto novo que oferece experiências de culinária em locais monumentais, passeios nas hortas e colheitas de alimentos. Também o programa (A)Prender-me no Algarve, a 12 de outubro, convida-nos a revisitar e aprender tudo sobre o património, os costumes e as tradições numa carrinha pão de forma. O Festival Out-(In)verno traz, pela primeira vez, uma oferta variada na área do astro-turismo, ligando as artes e a divulgação científica, através de concertos temáticos, caminhadas e oficinas de ciências.

Como já é habitual, o 365 Algarve continua os eventos de referência, como o Lavrar o Mar, que promete cerca de 90 sessões, entre Aljezur e Monchique, com destaque para as já habituais sessões de novo circo na passagem de ano, reunindo as melhores companhias europeias. A partir de 5 de outubro começa mais uma edição de O Jazz nas Adegas, que tem tido cada vez mais procura do público, nacional e internacional, sendo que continuará com sessões duplas por concerto.

Em novembro, o LUZA- Festival Internacional de Luz do Algarve muda-se para Faro, invadindo o centro histórico para um fim de semana inesquecível, nesta que será uma das propostas mais inovadoras.

A segunda edição do FICLO – Festival Internacional de Cinema e Literatura de Olhão integra a programação do 365 Algarve, contando com uma residência artística de um argumentista de renome. Já a 9ª edição do Festival Verão Azul chega a Loulé em outubro e novembro, trazendo nomes internacionais nas artes performativas contemporâneas e encontros entre artistas, a comunidade e o público.

A programação completa pode ser conhecida aqui.

Partilhar Artigo: