Revista Rua

2020-03-11T15:46:27+00:00 Descobrir, Radar, Viagens

A beleza do gelo: destinos para explorar antes da chegada do calor

Há uma beleza incrível nos dias frios e há partes do globo que merecem entrar para a sua bucket list.
Lofoten Island, Noruega ©D.R.
Maria Inês Neto
Maria Inês Neto11 Março, 2020
A beleza do gelo: destinos para explorar antes da chegada do calor
Há uma beleza incrível nos dias frios e há partes do globo que merecem entrar para a sua bucket list.

O inverno não tem de ser associado apenas aos dias sombrios e cinzentos, nos quais o sol se esconde por entre um nevoeiro que se revela melancólico. Há um lado extremamente enriquecedor que só pode ser vivenciado nesta temporada específica e, por isso, a RUA elegeu os destinos imperdíveis para explorar nesta temporada.

Falamos da beleza das montanhas italianas cobertas de neve, dos chalés ingleses saídos de um quadro, dos lagos congelados na Antártica ou de um café quente numa das famosas pâtisserie em Paris.

Banff National Park, Canadá ©Drew Rush

Banff National Park, Canadá

Conhecido como o mais antigo parque nacional do Canadá, é atualmente visitado por cerca de 5 milhões de pessoas, anualmente, vindas de todo o mundo. O parque pode ser visitado em qualquer altura do ano, embora os meses com maior afluência são julho e agosto. Com uma paisagem caracterizada pela beleza das montanhas em forma de picos, os lagos gelados e as cavernas admiráveis, o parque Banff é atravessado pelo Icefields Parkaway, uma estrada panorâmica que liga Lake Louise ao Parque Nacional de Jasper, num percurso único.

Bryce Canyon National Park, Utah ©D.R.

Bryce Canyon National Park, Utah

Para os amantes de aventura e atividades ao ar livre, o Bryce Canyon National Park, localizado no estado de Utah, é o destino ideal. O parque abriga cenários surpreendentes e oferece diversas opções para explorar trilhos com vistas imperdíveis, especialmente na altura do pôr do sol. A paisagem desvenda diversas colunas rochosas que se apresentam numa variedade de tons e tamanhos. No Planalto do Colorado, a região que acolhe o parque, desvenda-se a maior concentração de hoodoos do planeta, considerados uma arte, resultado do fenómeno natural provocado pela água, devido a um processo de congelamento e descongelamento que vai acontecendo ao longo do ano. Quando os raios de sol penetram essas fissuras, reflete-se um brilho alaranjado numa paisagem arrebatadora.

Lake Bled, Eslovénia ©D.R.

Lake Bled, Eslovénia

O Lago Bled na Eslovénia é considerado um dos lagos alpinos mais belos do mundo, marcado por uma incrível natureza circundante. É neste lago de água cristalinas que surge a única ilha da Eslovénia, na qual se ergue uma esbelta igreja, rodeada por uma incrível cadeia montanhosa. Para momentos mais românticos ou apenas para lazer, o Lago Bled oferece a oportunidade de experimentar diversas atividades desportivas.

Lofoten Island, Noruega ©D.R.

Lofoten Island, Noruega

O arquipélago de Lofoten é conhecido pelas suas incríveis atrações naturais, como as auroras boreais, o sol da meia noite ou os típicos vilarejos. Também os passeios de caiaque pelas ilhas despertam atividades a não perder. Considerado um paraíso raro e inigualável, é cercado por paisagens impactantes, com montanhas majestosas, algumas delas possíveis de visitar a pé. Além de oferecer experiências memoráveis aos turistas, a natureza, a cultura e o meio ambiente são preservados ao máximo, com o intuito de manter este destino imperdível para quem o deseja visitar.

Neuschwanstein Castle, Alemanha ©D.R.

Neuschwanstein Castle, Alemanha

Um dos verdadeiros cartões-postais da Alemanha, o Castelo de Neuschwanstein é um dos mais admirados em todo o mundo, tendo servido de inspiração para inúmeras obras mundialmente reconhecidas. Situado entre as cidades de Hohenschwangau e Füssen, no sudoeste de Baviera, o castelo é visitado por mais de 1 milhão de turistas por ano. É na Marienbrücke, também conhecida como Ponte Maria, que é possível ter uma vista panorâmica de todo o castelo, permitindo, ainda, ver uma fascinante queda de água e as exuberantes montanhas à volta. A magnífica construção estende-se até ao interior, revelando uma beleza inigualável que parece desenhada ao pormenor. Durante a altura de inverno o castelo fica coberto por neve, desvendando um cenário mágico e inesquecível.

Harbin, China ©D.R.

Harbin, China

Harbin é uma cidade situada no nordeste da China. Também conhecida como a “cidade do gelo”, é aqui que acontece o maior festival do gelo do mundo, no qual se erguem incríveis esculturas que podem chegar a ultrapassar os 40 metros de altura. Tradicionalmente, o festival começa a meio de dezembro e perdura até ao final de fevereiro, embora a sessão da abertura oficial aconteça a 5 de janeiro. O evento inclui inúmeras atividades diferentes, destacando o carnaval de neve, competições internacionais de esculturas de gelo, shows de luzes no gelo, hóquei no gelo, competições de ski ou exposições fotográficas. Uma atração a não perder é, também, a Catedral Ortodoxa Santa Sofia ou prédios da Central Street que desvendam a incrível beleza da arquitetura da cidade.

Monte Fugi, Japão ©D.R.

Monte Fuji, Japão

Considerada uma das montanhas mais admiradas do mundo, o Monte Fuji atinge o auge da sua beleza na altura da primavera, que é quando o cume deste vulcão adormecido há mais de três séculos fica coberto de neve e emoldurado por flores de cerejeira. Um lugar espiritual, uma verdadeira maravilha geográfica e um ícone cultural, este é o pico mais alto do Japão e ainda hoje é considerado um lugar espiritual e uma incrível fonte de inspiração artística. Anualmente, mais de 200 mil pessoas sobem até ao cimo do cume.

Plitvice Lakes, Croácia ©D.R.

Plitvice Lakes, Croácia

Considerado Património Natural da Humanidade pela UNESCO, o Parque Nacional dos Lagos Plitvice é a maior atração turística da Croácia e desvenda paisagens naturais de cortar a respiração. Provavelmente a Croácia não é o primeiro destino que alguém pensa quando falamos nas mais belas paisagens naturais do mundo, mas é aqui que se localiza um dos lugares mais incríveis que podemos imaginar. Ao todo são cerca de 16 lagos, cuja água vai alternando a tonalidade, entre um azul fluorescente e um verde esmeralda, interligados por vários cachoeiras – sendo uma delas a famosa Great Waterfall, a maior da Croácia. Formado por uma rica fauna e flora, é o destino ideal para recarregar energias.

Paris, França ©D.R.

Paris, França

A cidade do amor e da luz revela-se no destino imperdível para esta temporada de inverno. Não menosprezando o lado mais romântico da paisagem que se espelha na geada que cobre o Louvre, a neve em Paris deixa a cidade ainda mais encantadora. A Torre Eiffel ganha uma beleza extraordinária, o Museu d’Orsay, situado na margem do Rio Sena e em frente ao Museu do Louvre, é uma das atrações a não perder, assim como a impetuosa Basílica do Sagrado Coração de Montmartre, que se torna num importante ponto turístico. O Arco do Triunfo e os inúmeros palácios revelam-se ainda mais admirados nesta altura invernosa.

Monte Cervino, Zermatt, Suíça ©D.R.

Suíça

Quando a neva começa a cair, o inverno na Suíça desperta um leque amplo de atrações imperdíveis. O país tem inúmeros lugares encantadores que se revelam ainda mais interessantes nos dias mais frios. Algumas das cidades mais encantadoras para conhecer e explorar no inverno são: Genebra, Zermatt, Davos e St. Moritz.

Salzburgo, Áustria ©D.R.

Salzburgo, Áustria

Considerado Património da Humanidade pela UNESCO, Salzburgo é uma encantadora cidade capaz de apaixonar qualquer um que por ela passe. Marcada pela majestosa paisagem dos Alpes e com uma atraente mistura entre o passado e o presente, Salzburgo é a quarta maior cidade da Áustria e um dos principais destinos turísticos do país – e do mundo. Percorrer o centro antigo a pé permite-nos descobrir estreitas ruelas que nos levam a praças atrativas. A Fortaleza de Hohensalzburg é a fortaleza mais bem conservada da Europa, sendo um dos principais monumentos da cidade, que ganha uma beleza extraordinária no inverno, assim como a Catedral de Salzburgo ou o Palácio de Hellbruun.

Antártica ©D.R.

Antártica

Existem poucos lugares cuja beleza da paisagem possa ser mais impressionante do que no continente mais meridional do mundo. Embora a maior parte da Antártica esteja coberta por gelo (cerca de 99%), há inúmeras razões para explorar este incrível mundo de glaciares surreais, vulcões ativos e de vistas panorâmicas que revelam detalhes impressionantes que parecem ter sido desenhados ao pormenor. Por norma, os pacotes turísticos para explorar a Antártica incluem no roteiro passagens pelas Ilhas Geórgia do Sul, com as admiráveis cadeias montanhosas.

Partilhar Artigo: