Revista Rua

2019-03-21T16:12:35+00:00 Ao Volante, Atelier, Radar

A “surfar” no deserto

Novo SUV da Seat testado ao limite
D.R.
Redação
Redação21 Março, 2019
A “surfar” no deserto
Novo SUV da Seat testado ao limite

O novo Seat Tarraco foi testado numa das zonas mais exigentes do planeta, o deserto marroquino de Erg Chebbi, um grande desafio à altura do maior deserto marroquino, com 22 Kms de extensão por 5 Kms de largura, montanhas arenosas, mudanças de terreno e temperaturas extremas. Falando de temperaturas, o deserto é um dos lugares do planeta com a oscilação de temperatura mais radical. Em poucas horas os valores negativos da noite passam para os 50 graus do dia. É por isso que é essencial assegurar que a temperatura exterior não afete o interior do veículo e o condutor. “A temperatura ideal é de 21,5ºC e é chamada de ‘temperatura de conforto’. A opção de ar condicionado Auto serve precisamente para regular automaticamente a temperatura do nosso veículo”, recorda María García, engenheira do Departamento de Desenvolvimento e Aerodinâmica da Seat. O ar condicionado de três zonas, controlado a partir da segunda fila de bancos, oferece conforto individual mesmo nestas condições adversas.

Mas o deserto não é só areia. Para chegar às dunas é preciso percorrer terrenos pedregosos e desnivelados que exigem uma condução precisa em todos os momentos. Com o controlo adaptativo do chassis do Tarraco, o sistema ajusta automaticamente a firmeza da suspensão, modificando as suas características de acordo com a superfície da estrada e o estilo de condução. “O sistema é capaz de reagir aos solavancos da estrada numa questão de milissegundos para otimizar o seu comportamento, tornando mais fácil atravessar para a duna”, explica Stefan Ilijevic, responsável de Pré-Desenvolvimento, Patentes e Inovação da SEAT.

D.R.
Partilhar Artigo: