Revista Rua

2020-07-07T10:36:57+00:00 Bússola, Viagens

Alemanha: paisagens magníficas para descobrir

Um dos mais belos parques da Europa, um destino de praia recomendado nestes tempos de pandemia, percursos pedestres ou de bicicleta que incluem florestas, lagos, cascatas e desfiladeiros: está na hora de voltar a viajar, em segurança.
Percurso Saar-Hunsrück, ponte suspensa Geierlay © GNTB, foto Gunter Standl
Redação
Redação18 Junho, 2020
Alemanha: paisagens magníficas para descobrir
Um dos mais belos parques da Europa, um destino de praia recomendado nestes tempos de pandemia, percursos pedestres ou de bicicleta que incluem florestas, lagos, cascatas e desfiladeiros: está na hora de voltar a viajar, em segurança.

Um dos países que reabriram fronteiras aos turistas europeus no início desta semana, a Alemanha é sobejamente conhecida pela diversidade e beleza das suas paisagens. Com 16 reservas da biosfera, outros tantos parques nacionais e mais de uma centena de parques naturais, além de três áreas classificadas Património Mundial Natural pela UNESCO, oferece inúmeras possibilidades de férias tranquilas, ao ritmo de cada um.

Cerca de 200.000 quilómetros de percursos pedestres e 70.000 para ciclistas, sempre servidos por alojamento certificado, permitem experiências ainda mais próximas da natureza. Além disso, é o sexto país europeu com mais águas balneares de excelente qualidade, segundo a Agência Europeia do Ambiente (Portugal está na sétima posição).

Trata-se de um completo destino de férias, portanto, e já completamente preparado para receber visitantes, com toda a segurança. Eis algumas propostas tentadoras para começar a planear a sua viagem.

Um dos mais belos parques europeus

Chama-se Sächsische Schweiz, ou Suíça Saxónica, fica no leste do país, perto de Dresden, e o seu Parque Nacional é considerado um dos mais belos parques Europa, nomeadamente pela European Best Destinations, entidade promotora do turismo e da cultura no Velho Continente. Paisagens incríveis esperam os visitantes neste parque de 36.000 hectares, um paraíso para fãs de escalada e de caminhada. Florestas, riachos selvagens, lagos e desfiladeiros compõem o cenário mas o destaque vai para as famosas montanhas de arenito. A não perder a formação rochosa Bastei e a sua ponte homónima, acessível por estrada, que oferece uma vista mesmo espetacular. Visita virtual disponível aqui.

Mais informações: www.nationalpark-saechsische-schweiz.de

Ilha de Ruegen: longe do Covid-19

Banhada pelo Mar Báltico, a maior ilha alemã é um destino a visitar assim que possível por vários motivos. Em primeiro lugar, pela segurança que oferece nestes tempos de pandemia: avaliando vários critérios, a European Best Destinations incluiu na sua lista de praias recomendadas para este verão a histórica estância balnear de Binz. Além disso, no total conta com cerca de 60 quilómetros de praias de areia fina a explorar, assim como importantes reservas naturais. É o caso do Parque Nacional de Jasmund, com os seus penhascos únicos e a floresta de faia, classificada Património Mundial pela UNESCO. Vídeo (VR) disponível aqui.

Mais informações: www.ruegen.de

Férias ativas em Saarland

Na fronteira com França e o Luxemburgo, Saarland (ou Sarre) é o mais pequeno estado alemão mas tem muitos atrativos, desde a arquitetura barroca na capital, Saarbrücken, à antiga siderurgia Völklinger Hütte, classificada Património Mundial em 1994 e que hoje é um dinâmico centro cultural. A diversidade paisagística encanta fãs de caminhadas, em especial o percurso Sarre-Hunsrück, já eleito o mais bonito do país. Experiências especiais não faltam, como dormir em tendas suspensas (detalhes em www.cloefhaenger.com ) ou passear junto às copas das árvores, a 23 metros de altura, e desfrutar da vista magnífica da torre de observação, a nada menos de 42 metros. Curioso? Espreite o vídeo.

Mais informações: www.visitsaarland.co.uk

Ver a bela vista numa ponte suspensa

Com ligação o percurso Sarre-Hunsrück acima mencionado, esta atração merece uma referência especial: trata-se da ponte suspensa Geierlay, fica a nada menos de 100 metros de altura e tem um comprimento de 360 metros. Criada à semelhança das congéneres nepalesas, foi inaugurada em 2015 e desde então já recebeu mais de um milhão de visitantes. Garante uma experiência mesmo única (completamente segura, claro) e uma vista espetacular aos viajantes sem vertigens. Teria coragem? Veja o vídeo.

Mais informações em https://geierlay.de

Percurso Saar-Hunsrück, ponte suspensa Geierlay © GNTB, foto Gunter Standl

Bons ares da montanha

Garmisch-Partenkirchen, nos Alpes Bávaros, é conhecido sobretudo como destino de esqui, com sete meses de neve perfeita e 60 pistas de todos os graus de dificuldade. Mas é, também, uma excelente alternativa para as férias de verão: fãs de caminhada têm à disposição 300 quilómetros de percursos e vão certamente querer subir ao pico mais alto da Alemanha, o Zugspitze, com 2.962 metros. Mesmo quem não esteja em grande forma pode desfrutar da belíssima paisagem lá no topo graças a um teleférico que percorre cerca de 12 quilómetros a partir do lago Eibsee. Outro lugar incontornável é o Partnachklamm, um desfiladeiro impressionante mas acessível a toda a família. Visita virtual disponível aqui.

Mais informações: https://www.gapa.de/en

De lago a lago, em bicicleta

Um percurso espetacular é a expressão mais usada para descrever a viagem de bicicleta entre o afamado Lago Constança (ou Bodensee) e o Lago Königssee. No total conta com 418 quilómetros que atravessam diferentes regiões da Baviera, oferecendo vistas deslumbrantes para as montanhas e passando por pequenas aldeias entre pastagens e floresta mas também cidades históricas e até castelos como o célebre Neuschwanstein, que serviu de inspiração ao castelo da Bela Adormecida da Disney. Deixe-se inspirar pelas fotografias do site oficial.

Mais informações sobre o Destino Turístico Alemanha em www.germany.travel

Partilhar Artigo: