Revista Rua

2019-07-19T16:44:00+00:00 Bússola, Viagens

Andaluzia: o destino imperdível para este verão

Sevilha, Córdoba, Málaga e Granada são algumas das sugestões de visita neste verão.
Anantara Villa Padierna Palace Benahavís Marbella Resort é a nossa sugestão de alojamento em Marbella, em Málaga.
Maria Inês Neto
Maria Inês Neto19 Julho, 2019
Andaluzia: o destino imperdível para este verão
Sevilha, Córdoba, Málaga e Granada são algumas das sugestões de visita neste verão.

Se ainda não encontrou aquele lugar ideal para passar umas férias, partir à descoberta e descansar, a RUA deixa-lhe uma sugestão: sul de Espanha, mais concretamente, Andaluzia. Neste guia de viajante, queremos indicar-lhe os melhores sítios para conhecer e explorar, os recantos a visitar e os lugares históricos que preservam memórias no tempo.

Andaluzia é uma das comunidades autónomas de Espanha e esconde lugares únicos, marcados de histórias e segredos. Uma das maiores regiões do país, situada no Sul de Espanha, é banhada pelo Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo e limitada a Oeste por Portugal. Das oito províncias, escolhemos quatro: Sevilha (a capital de Andaluzia), Córdoba, Málaga e Granada.

Começamos com a capital, Sevilha, que dizem ser um reflexo da essência espanhola: arte, fusão de culturas, gastronomia e História. Desde o Parque de María Luisa, a Torre de Ouro ou a respeitável Catedral de Sevilha, não faltarão lugares magníficos para explorar. O Aquário de Sevilha pode ser um ponto interessante, assim como o Palácio da Condessa de Lebrija, que esconde uma biblioteca com mais de quatro mil livros antigos.

Já em Córdoba, encontramos um dos monumentos mais imponentes de Espanha, preservado no tempo e na memória: a Mesquita-Catedral de Córdoba. Quem por lá passa não fica indiferente à magnífica arquitetura islâmica que completa este edifício, que foi, em tempos, uma das maiores mesquitas do mundo. A cinco minutos da Mesquita fica a Judería, o bairro judeu, um labirinto de ruas estreitas carregadas de varandas pitorescas, restaurantes familiares e comércio local. Não perca os magníficos jardins da fortaleza de Alcácer e deixe-se perder por entre a vegetação variada e os espetáculos de água.

Mesquita-Catedral de Córdoba ©D.R.

Para uns dias mais tranquilos, sugerimos Málaga, pelas suas praias serenas, clima ameno e gastronomia de excelência. A praia de La Malagueta e El Pablo são as mais aconselhadas. As tapas e os típicos pratos de peixe frito estão por toda a parte e não podem faltar. Sugerimos a bodega El Pimpi, um dos míticos bares de tapas de Málaga.

Em Málaga, visite Marbella e descubra o Anantara Villa Padierna Palace Benahavís Marbella Resort

Em Marbella, uma das mais bonitas cidades da província de Málaga, surge o Anantara Villa Padierna Palace Benahavís Marbella Resort. O hotel oferece quartos, suites e villas com piscinas privadas.

No meio de colinas com vista para o Mar Mediterrâneo, este oásis de beleza histórica está repleto de obras de arte originais e uma gastronomia inigualável. Inspirado nos lendários banhos romanos, o Anantara Spa dispõe de dez salas de relaxamento, para momentos de alguma tranquilidade. Para momentos mais desportivos, o Villa Padierna Golf Club acolhe a Academia de Golfe Tramores e oferece uma elevada experiência de golfe a ávidos jogadores de todos os níveis. A estadia permite desfrutar de momentos inesquecíveis, destacando, ainda, a oportunidade de viajar de helicóptero até Ronda, um dos pontos mais visitados em Espanha.

O hotel fica a cerca de 50 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Málaga e a 20 minutos do centro histórico de Marbella.

Alhambra, Granada ©D.R.

Terminamos o roteiro com uma ida à cidade de Granada, que terá de marcar dois pontos turísticos, sendo os mais emblemáticos e históricos de Andaluzia. Falamos do complexo de Alhambra, um dos lugares mais incríveis de Espanha, onde se pode contemplar a serenidade e imponência de uma antiga fortificação islâmica. Reconhecido como Património Mundial da Humanidade, pela UNESCO, este lugar é marcado por um extenso complexo de jardins, fortalezas e palácios. Da mesma lista reconhecida pela UNESCO, descobrimos o bairro Albaicín que assinala, também, uma paragem (quase) obrigatória. Pelas suas ruas estreitas que nos levam em labirintos convidativos, despertam casinhas caiadas de branco, pátios ajardinados e traços harmoniosos de uma arquitetura medieval. É neste bairro romanesco que encontramos o miradouro de San Nicolás, de onde é possível contemplar uma vista arrebatadora.

Partilhar Artigo: