Revista Rua

2021-07-05T15:12:46+01:00 Cultura, Outras Artes

Até 9 de julho, Residência Artística em Viana do Alentejo coloca olaria tradicional em perspetiva

Mariana Malhão, Bruno Reis Santos, José Torres e Mariana, A Miserável são os artistas convidados para uma semana de imersão na cultura alentejana.
©Passa Ao Futuro
Redação5 Julho, 2021
Até 9 de julho, Residência Artística em Viana do Alentejo coloca olaria tradicional em perspetiva
Mariana Malhão, Bruno Reis Santos, José Torres e Mariana, A Miserável são os artistas convidados para uma semana de imersão na cultura alentejana.

Até 9 de julho, quatro artistas, ilustradores e designers vão estar em residência artística em Viana do Alentejo, sob a direção artística da VICARA e produção da Passa ao Futuro, em peças de olaria de produção local, a cargo da família Feliciano Agostinho. Mariana Malhão, Bruno Reis Santos, José Torres e Mariana, A Miserável são os artistas convidados para uma semana de imersão na cultura alentejana. Usando as técnicas tradicionais e locais da faiança e barro vermelho pintados e esgravitados, os motivos humorísticos característicos são o ponto de partida para este projeto, construindo o encontro entre duas realidades e práticas artísticas, as da olaria tradicional e a do design gráfico e ilustração contemporâneos.

©Passa Ao Futuro

Aplicando alguns dos temas recorrentes no trabalho dos ilustradores a tipologias de objetos tradicionais, como os alguidares, os pratos de parede, os potes antropomórficos e/ou pequenas loiças utilitárias, procura-se criar um diálogo entre formas de expressão, matérias e técnicas. Algumas destas peças serão editadas em séries limitadas, outras em produções mais alargadas, adequadas às capacidades das olarias, garantindo assim um retorno do trabalho realizado.

No último dia de residência será realizado um evento destinado à partilha de memórias e formação, procurando envolver toda a comunidade e sensibilizando para o valor cultural da olaria tradicional e local.

Após o término desta Residência Artística, o projeto seguirá com várias atividades centradas no cruzamento de visões e técnicas entre duas culturas e gerações distintas, a do design gráfico e ilustração em meios digitais urbanos e a aplicação de motivos gráficos na olaria de Viana do Alentejo.

Partilhar Artigo: