Revista Rua

2021-05-05T10:17:14+01:00 Histórias

Braga Votada Melhor Destino Europeu

Braga é uma das cidades com a média de idades mais jovem de todo o país o que lhe confere uma dinâmica interessante na perspetiva de futuro da própria cidade e região.
©D.R.
Redação5 Maio, 2021
Braga Votada Melhor Destino Europeu
Braga é uma das cidades com a média de idades mais jovem de todo o país o que lhe confere uma dinâmica interessante na perspetiva de futuro da própria cidade e região.

A cidade de Braga volta a constar como melhor destino europeu ao ter ganho novamente a votação por parte do European Best Destination. A “Roma Portuguesa”, como é carinhosamente apelidada fez valer os seus argumentos perante uma concorrência de peso, onde constavam a própria (Roma), Florença, Paris, Cavtat ou a ilha de Kefalonia, na Grécia.

A consagração que a todos enche de orgulho (Bracarenses e Portugueses no âmbito geral), coloca a cidade sob atenção próxima de toda uma Europa ansiosa por voltar a viajar.

Viver em Braga

A qualidade de vida usufruída numa cidade que tem todo o apelo turístico é um argumento incontornável. Não obstante, Braga é uma das cidades com a média de idades mais jovem de todo o país o que lhe confere uma dinâmica interessante na perspetiva de futuro da própria cidade e região.

Estes argumentos levaram também em anos recentes ao aumento da comunidade estrangeira que encontrou nos encantos da cidade motivos suficientes para passar aqui os próximos anos da sua vida. Com preços bastante apelativos, nomeadamente no que respeita ao arrendamento, colocam-se assim as bases para o sucesso da cidade como local para viver e do destino turístico como produto.

Argumentos de peso no distrito

O apelo não se esgota em preços apelativos e na beleza da arquitetura ou da rica história que aqui encontramos. A cidade romântica está também muito comprometida com o turismo sustentável de forma a minimizar o efeito no ambiente.

Esta componente é particularmente importante para garantir o futuro de todo o distrito como local de qualidade para viver, mas também a sua continuidade e apelo para o visitante. Muitos outros destinos ignoraram a importância deste fator essencial, com repercussões desastrosas.

A aquisição de casa neste distrito virado para o futuro e para o bem-estar dos seus habitantes é também um fator apelativo. Com preços verdadeiramente incomportáveis para a larga maioria em cidades como Lisboa ou Porto, Braga ainda se coloca no meio da tabela com um preço médio de venda de €233.836. Quando comparado com os €562.598 de Lisboa, os argumentos tornam-se mais que suficientes.

O futuro de Braga

Até prova em contrário, o futuro de Braga aparenta risonho. Com uma aposta sólida na educação de qualidade, conseguiu atrair uma faixa etária mais jovem para o distrito que será essencial para levá-lo pelo Século XXI fora.

Com cada vez maior foco em práticas ambientais sustentáveis, também o turismo se renova no sentido de proporcionar experiências de cada vez maior qualidade sem esgotar ou destruir os recursos existentes. Essa fina linha é particularmente complexa de obter com sucesso.

O reconhecimento obtido serve um propósito maior. Ao colocar Braga no mapa internacional, aguça a curiosidade de um sem-número de pessoas em busca do próximo destino memorável. Para a economia local, é absolutamente essencial poder usufruir desta atenção. Para o país, como um todo, é uma dádiva que permite a diversidade para lá dos já estabelecidos destinos de eleição nacional (Lisboa, Porto, Algarve, Região Autónoma da Madeira).

Assim sendo, o futuro de Braga alinha-se com os pesos-pesados do país, tornando-se aos poucos um motor económico de particular relevância, principalmente e enquanto for possível manter o equilíbrio entre destino turístico de eleição e local de excelência para habitar.

Partilhar Artigo: