Revista Rua

2019-08-20T14:10:42+00:00 Negócios

Bruno Calvão: “A visão da Pernod Ricard Portugal é ter um impacto positivo na vida dos nossos consumidores”

Bruno Calvão é o head of marketing na Pernod Ricard Portugal e está em entrevista à RUA.
Andreia Filipa Ferreira
Andreia Filipa Ferreira20 Agosto, 2019
Bruno Calvão: “A visão da Pernod Ricard Portugal é ter um impacto positivo na vida dos nossos consumidores”
Bruno Calvão é o head of marketing na Pernod Ricard Portugal e está em entrevista à RUA.

Bruno Calvão é o head of marketing na Pernod Ricard Portugal e, numa altura em que Portugal se destaca como o primeiro país a receber o projeto Jameson Distillery On Tour, que traz a destilaria original da Jameson em Dublin até ao LX Factory, em Lisboa, numa experiência única onde os visitantes poderão conhecer melhor a história da marca que pertence ao portefólio do grupo Pernod Ricard, decidimos dar-lhe a palavra. “O que mais me cativa no Grupo Pernod Ricard é exatamente aquilo que o diferencia de outras empresas: espírito empreendedor, confiança mútua e um forte sentido ético”, diz-nos Bruno Calvão, em entrevista.

Bruno Calvão

Em primeiro lugar, gostaríamos de conhecer o percurso do Bruno Calvão. O que o trouxe ao grupo Pernod Ricard e quais são as valências do grupo que mais o cativam?

A minha experiência profissional foi sempre na área de marketing. Iniciei a minha carreira na Sumol, seguindo-se desafios como Brand Manager na Panrico e na Bacardi, tendo integrado o grupo Pernod Ricard em 2011 – inicialmente como Group Brand Manager, até 2015, e desde essa altura assumi a função de Head of Marketing, com responsabilidade pela estratégia das marcas no mercado português e gestão da equipa de Marketing e Trade Marketing da Pernod Ricard Portugal.

O que mais me cativa no Grupo Pernod Ricard é exatamente aquilo que o diferencia de outras empresas, onde a estratégia e ambições do Grupo assentam sobre três valores-chave que orientam o seu plano de desenvolvimento e com os quais eu me identifico plenamente: espírito empreendedor, confiança mútua e um forte sentido ético.

Que descrição faz do grupo? Pode apresentar-nos, de maneira geral, o grupo Pernod Ricard?

Criado em 1975, o grupo Pernod Ricard é co-líder mundial na distribuição de vinhos e bebidas espirituosas e possui um dos portefólios mais prestigiantes de marcas do seu setor, como Absolut, Jameson, Beefeater, Ricard, Ballantine’s, Chivas, Royal Salute, The Glenlivet, G.H. Mumm, Perrier-Jouët e Macieira. Com cerca de 18 mil colaboradores em todo o mundo, o Grupo Pernod Ricard apoia-se numa organização descentralizada e encontra-se fortemente empenhado numa política de desenvolvimento sustentável e, nesse sentido, promove uma política de consumo responsável.

“A Pernod Ricard tem uma filosofia completamente orientada para o consumidor, ou seja, o consumidor está no centro de tudo o que fazemos. Por isso, temos vindo a orientar a nossa estratégia de portefólio com o objetivo de trazer as melhores marcas e as melhores experiências para os consumidores portugueses”

Como referiu, o grupo Pernod Ricard é responsável por variadas marcas de bebidas, incluindo Beefeater, Jameson, Ballantine’s, Chivas Regal ou Perrier-Jouët. Numa análise rápida, considera que o reconhecimento destas marcas tem crescido no panorama nacional?

A Pernod Ricard tem uma filosofia completamente orientada para o consumidor, ou seja, o consumidor está no centro de tudo o que fazemos. Por isso, temos vindo a orientar a nossa estratégia de portefólio com o objetivo de trazer as melhores marcas e as melhores experiências para os consumidores portugueses. Essa é a obsessão da nossa equipa e é isso que vamos continuar a fazer: ir ao encontro das necessidades do consumidor e as suas exigências, direcionando cada marca para um consumidor específico e respondendo a vários e diferentes momentos de consumo. Resultado desta estratégia é a proximidade e notoriedade cada vez maior das nossas marcas junto dos nossos consumidores e o fortalecimento da Brand Equity das nossas marcas foco, o que nos permitiu, por exemplo, este ano, atingir a liderança em valor de Jameson Original no total da categoria de whisky em Portugal.

Há muito que o grupo Pernod Ricard está envolvido em ações de empreendedorismo e de responsabilidade social. Estes dois patamares são importantes na estrutura do grupo?

São dois patamares, sem dúvida, importantes na estrutura do grupo.

Em relação à responsabilidade social, o Grupo Pernod Ricard acabou de apresentar a nova estratégia de Sustentabilidade e Responsabilidade para 2030. Este novo Roadmap assenta em oito compromissos globais que apoiam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, assim como os dez princípios do Global Compact, e espelham a ousadia e ambição com que queremos contribuir para um presente e um futuro mais sustentáveis. Estes compromissos assentam em quatro pilares – proteger os terroirs, valorizar as pessoas, produção circular e acolhimento responsável – e reúnem um conjunto de metas e ações concretas e mensuráveis, cujos progressos iremos monitorizar.

Por outro lado, quando falamos de empreendedorismo, não posso deixar de referir a nossa marca Chivas Regal e o que temos feito nos últimos anos. Chivas é uma das marcas do grupo, tem na sua génese os conceitos de generosidade e partilha e pretende ser condutora de um impacto positivo no mundo. Assim sendo, a marca leva a cabo todos os anos uma iniciativa chamada Chivas Venture, que apoia todos os anos startups de todo o mundo que tenham um impacto social e ambiental positivo.

Exemplo de outra iniciava que estamos a levar a cabo na Pernod Ricard Portugal neste preciso momento é estarmos à procura de uma startup inovadora que crie uma simbiose com o nosso negócio de forma a amplificar e melhorar a nossa sustentabilidade. A startup escolhida terá uma sala para trabalhar ao nosso lado, três lugares de parqueamento e acesso a toda a nossa estrutura.

“De uma forma genérica, a visão da Pernod Ricard Portugal é ter um impacto positivo na vida dos nossos consumidores, dos nossos clientes e dos nossos colaboradores, criando momentos memoráveis de convivialidade. Queremos ser, de forma crescente, uma empresa que se preocupa com a comunidade”

É impossível não destacarmos a importância do Chivas Venture. Pode explicar-nos o contexto deste evento empreendedor? A Speak, por exemplo, foi uma startup portuguesa destacada na mais recente edição.

Chivas Venture é um concurso global que pretende encontrar e apoiar todos os anos, com um milhão de dólares, a nova geração de startups que ambicionam ser bem-sucedidas enquanto criam um melhor futuro para a sociedade.

Desde a sua primeira edição, em 2014, o Chivas Venture já apoiou empresas que melhoraram a vida de mais de um milhão de pessoas em mais de 40 países, em seis continentes.

No ano passado, a nossa portuguesa Speak ficou em terceiro lugar na final Global do Chivas Venture e arrecadou 100 mil dólares! Ficámos obviamente muito contentes com esta conquista.

Também a marca Jameson tem dado que falar com eventos neste verão. Começamos por destacar o evento Casório. Pode explicar-nos esta ideia e qual o objetivo final?

Proporcionar experiências memoráveis aos consumidores está no nosso top of mind. No caso específico da Jameson e o conceito que refere, o objetivo foi fazermos uma parceria entre Jameson Caskmates (inovação no mercado de whisky a nível mundial e o resultado do envelhecimento de Jameson em barricas de cerveja artesanal) e a marca cerveja artesanal MUSA. Desta forma surgiu o Casório, onde Jameson Caskmates e a Musa decidem celebrar juntas a combinação de estilos distintos e universos distantes – como o whisky e a cerveja. O “casório” traduz-se em eventos mensais que têm como objetivo aproximar duplas improváveis de artistas portugueses, durante nove meses. Cada evento conta com dois artistas que atuam em conjunto num registo irrepetível: uma noite em que diferentes estilos musicais se cruzam e prometem oferecer uma experiência única. O primeiro Casório, por exemplo, que aconteceu em abril, contou com um concerto memorável entre o Moullinex e o Quim Albergaria. Mais recentemente, juntámos o DJ Glue e a Selma Uamusse.

Em agosto, a Jameson Distillery On Tour também chegará a Lisboa. Este evento envolve essencialmente o quê? Uma viagem pela história da Jameson?

A partir do dia 29 de agosto e durante um mês, o projeto Jameson Distillery On Tour vai estar no LX Factory com um espaço que pretende oferecer a todos os consumidores uma experiência única, onde vão poder descobrir mais sobre a história da marca, o seu método de produção e, ainda, fazer uma prova de diferentes whiskeys. O nosso objetivo é proporcionar aos consumidores portugueses uma experiência multissensorial, através de audiovisuais, aromas, experiências manuais e, claro, prova de produto.

Portugal será o primeiro mercado a receber esta ação, correto? Que importância tem isto?

Sim, é a primeira vez que a destilaria onde a Jameson nasceu vai atravessar fronteiras e, para nós, é uma grande honra Portugal ter sido escolhido como o primeiro país no mundo a proporcionar esta experiência aos seus consumidores. Além disso, trata-se do ano em que a marca comemora 20 anos em Portugal e celebramos a liderança em valor no mercado de whiskeys. Foi a altura perfeita para este projeto acontecer em Lisboa e retribuir aos consumidores portugueses a sua preferência por esta marca excecional.

Estas ações que instigam a participação do público serão uma constante no grupo Pernod Ricard?

Claro, mais uma vez: consumidor no centro de tudo o que fazemos e a procura constante em proporcionar experiências memoráveis e adaptadas a vários momentos de consumo. Esta é a nossa obsessão!

A seu ver, os próximos anos marcarão a presença do grupo em Portugal de formas distintas? O que está nos seus planos, enquanto head of marketing?

De uma forma genérica, a visão da Pernod Ricard Portugal é ter um impacto positivo na vida dos nossos consumidores, dos nossos clientes e dos nossos colaboradores, criando momentos memoráveis de convivialidade. Queremos ser, de forma crescente, uma empresa que se preocupa com a comunidade. Quanto ao futuro, queremos continuar a ter o consumidor no centro de tudo o que fazemos.

Em relação à estratégia e do que queremos alcançar, os objetivos da Pernod Ricard Portugal continuam a ser os mesmos: queremos crescer mais rapidamente do que o mercado através de uma estratégia de continuidade, pois acreditamos que estamos no caminho certo, o que nos permite estar completamente alinhados com os objetivos do Grupo. Esse é o nosso plano para o futuro!

Partilhar Artigo: