Revista Rua

2019-04-22T15:24:42+00:00 Cultura, Música

Captain Boy: por mares nunca dantes navegados

©Nuno Sampaio
Nuno Sampaio
Nuno Sampaio22 Abril, 2019
Captain Boy: por mares nunca dantes navegados

Na semana passada fomos ao WestWay LAB, em Guimarães, “raptar” o Pedro Ribeiro (Captain Boy) para uma pequena conversa sobre o lançamento do novo singleBalloons and Melodies“. Depressa percebemos que este novo trabalho do “rapaz da voz rouca” se proponha a uma auto-consciência musical mais elaborada do que os anteriores – uma espécie de microclima musical alicerçado num imagético mais real: “nos outros álbuns focava-me muito nas personagens. Arranjava ali uma escapatória para contar uma história. Neste trabalho decidi apelar ao meu lado mais pessoal, mais íntimo. Decidi falar sobre memórias que, de alguma forma, me marcaram”.

Pedro Ribeiro gravou o álbum em Vila Franca de Xira juntamente com os músicos Giliano Boucinha e Tiago Ribeiro. A música “Balloons and Melodies” apela a  uma das suas primeiras memórias e a sua escolha para primeiro single aconteceu porque, depois de uma dia intenso de gravações, os músicos, no dia seguinte, cantarolavam essa melodia pela casa. “Foi uma escolha imediata“, afirma Pedro.

Este trabalho é bastante distinto dos anteriores e até o processo de criação foi diferente.

“Antes de gravar este álbum tive uma semana em casa, num pequeno estúdio que construí, e fazia um horário das 8h às 18h como se fosse um escritório. Explorei muita coisa, o que antes não acontecia. Foi um processo de aprendizagem e de liberdade total. O resultado é muito diferente dos outros álbuns, mas a “ferrugem” que me identifica está lá.  A minha personalidade musical está sempre presente”.

Nesse mesmo dia, Captain Boy subiu ao palco do Centro Cultural Vila Flor (CCVF) para nos mostrar mais umas notas deste tão aguardado álbum.

Pela amostra, promete! Resta-nos esperar e enquanto esperámos apreciar a bela e rude “Balloons and Melodies“.

Partilhar Artigo: