Revista Rua

2020-04-15T15:37:10+01:00 Cultura, Música

Casa da Música celebra o 15º aniversário

Partilhar Artigo:
Casa Da Músia ©D.R.
Redação15 Abril, 2020
Casa da Música celebra o 15º aniversário
Partilhar Artigo:

A Casa da Música, no Porto, está de parabéns!

Projetada pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas como parte do evento Porto Capital Europeia da Cultura em 2001 (Porto 2001) e concluída em 2005, a Casa da Música em pouco tempo se transformou num ícone da cidade invicta. Embora o concerto do dia de abertura ocorresse no dia 14 com os Clã e Lou Reed, o espaço só foi inaugurado no dia 15 de abril de 2005, pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio.

Desde aí, a Casa da Música tem recebido artistas, compositores, maestros, músicos, performers e todos os profissionais necessários para levar a palco a sublime arte da música. Da mais antiga à mais contemporânea, da mais popular à mais erudita, todas as músicas tiveram o seu palco e o seu público. Progressivamente, a Casa foi conquistando cada vez mais pessoas, qualquer que fosse o gosto ou a cultura musical.

No dia em que se comemora o 15º aniversário, a Casa da Música preparou um programa especial para que, mesmo em confinamento, todos possam celebrar.

Hoje seria a estreia mundial de uma peça para grande orquestra do compositor residente no Porto este ano, o francês Philippe Manoury, mas devido ao estado de confinamento imposto pela Covid-19, o programa desta quarta-feira será exclusivamente apresentado online, no novo blog da Casa da Música e nas redes sociais. O alinhamento, que começou pelas 11h com um vídeo a recordar os 15 anos de história da Casa, fecha, pelas 22h, com a transmissão do concerto da Missa em Si menor, de Bach, que reuniu no palco da Sala Suggia a Orquestra Barroca, o Coro e o Coro Infantil. Pelo meio, pelas 17h , podemos assistir à interpretação do alemão Hans Zender de um dos ciclos de canções mais importantes de sempre e o mais célebre de Schubert, A Viagem de Inverno. Às 19h, é a vez de ouvirmos a Orquestra Sinfónica do Porto da Casa da Música com a interpretação Amériques, de  Edgar Varèse.

Partilhar Artigo: