Revista Rua

2021-05-13T10:08:17+01:00 Cultura, Teatro

CCVF recebe Perfil Perdido de Marco Martins

O espetáculo é apresentado a 14 e 15 de maio, no CCVF.
Fotografias ©Estelle Valente
Redação30 Abril, 2021
CCVF recebe Perfil Perdido de Marco Martins
O espetáculo é apresentado a 14 e 15 de maio, no CCVF.

O teatro e a dança encontram-se em palco, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor (CCVF), para a apresentação de Perfil Perdido, de Marco Martins. A 14 e 15 de maio, Guimarães recebe a atriz Beatriz Batarda e o bailarino Romeu Runa, pelas 19h30 de sexta e as 11h00 de sábado.

Em Perfil Perdido, o encenador e cineasta cria um espetáculo em que os vários excertos dos textos são usados em simultâneo, numa construção (mais ou menos) verdadeira ou até falsa da biografia dos seus intérpretes, do que foi vivido ou fantasiado, assim como testemunhos dos seus autores. Partindo da representação da figura do pai, enquanto elemento central da arte ocidental e da domesticidade, os dois protagonistas percorrem a vida de várias personagens, criando relações e cruzamentos inesperados. A obra nasce da ideia de criar um espetáculo para a atriz e o bailarino, assim como da vontade do próprio encenador para trabalhar o tema da filiação e da figura do pai. E é a partir dessa relação de pai e filho que se abordam uma série de questões, como género, domesticidade, animalidade e a humanidade.

Este momento marca também o regresso de Marco Marins, de Beatriz Batarda e de Romeu Runa a Guimarães e ao CCVF, após várias passagens de sucesso, como: A Conquista do Pólo Sul, As Criadas, Actores, Operários e The Old King, entre outros. Cineasta premiado, Marco Martins revela uma extensa obra no campo do cinema, teatro e artes plásticas, dirigindo, juntamente com Beatriz Batarda, o Arena Ensemble – uma plataforma destinada ao desenvolvimento de projetos artísticos. Perfil Perdido é uma coprodução d’A Oficina com a Arena Ensemble, o S. Luiz Teatro Municipal, o Teatro Nacional S. João e o Cine-Teatro Louletano. O espetáculo estreou em novembro do ano passado, na Turquia, no âmbito da 23ª. edição do Festival de Teatro de Istambul. Com sonoplastia de Tiago Cerqueira, cenografia de Fernando Ribeiro, desenho de luz de Nuno Meira, desenho de som de Sérgio Milhano e figurino de Teresa Pavão.

Os ingressos para assistir ao espetáculo estão disponíveis nos espaços habituais: CCVF, Casa da Memória de Guimarães, Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Loja Oficina ou online.

Partilhar Artigo: