Revista Rua

2018-11-15T19:09:41+00:00 Património

Citânia de Santa Luzia: Um dos mais notáveis castros do Norte de Portugal

Filipa Santos Sousa
Filipa Santos Sousa15 Novembro, 2018
Citânia de Santa Luzia: Um dos mais notáveis castros do Norte de Portugal

Viana do Castelo surge como um dos destinos turísticos de referência no Alto Minho. Com uma localização geográfica privilegiada, junto ao mar e à foz do rio Lima, a cidade tem na Basílica e no Funicular de Santa Luzia algumas das suas maiores atrações. Conhecida pela excelência da sua arquitetura, com obras assinadas por Fernando Távora, Siza Vieira e Souto de Moura, Viana oferece ainda outros encantos. A par dos ícones religiosos, a história vianense merece também o seu devido destaque.

A Citânia de Santa Luzia é um dos melhores pretextos locais para uma verdadeira viagem no tempo. Situada na coroa do Monte de Santa Luzia, estas ruínas representam um dos mais notáveis exemplares de povoados fortificados no noroeste da Península Ibérica. Classificada como Monumento Nacional, desde 1926, e também designada como a ‘Cidade Velha de Santa Luzia’, apresenta vestígios de ocupação entre os períodos da Idade do Ferro e da Romanização.

A localização estratégica da Citânia permitia aos seus habitantes dominar vastas áreas no litoral, bem como controlar o movimento das entradas e saídas na foz do Lima. As primeiras escavações fazem-nos recuar até 1876, sob a responsabilidade de Possidônio da Silva, presidente da Real Associação dos Arquitetos e Arqueólogos Portugueses. No entanto, foi pelas mãos de Albano Silva que se conhece praticamente todo o conjunto arquitetónico e urbanístico hoje visível.

Da área total estima-se que está a descoberto apenas um terço, sendo que uma parte significativa destas ruínas foram destruídas pela construção do Hotel de Santa Luzia e de vias de acesso. Apesar disso, o traçado existente é suficiente para merecer a atenção dos apreciadores de História. As estruturas habitacionais estão organizadas em bairros ou quarteirões, demarcados por muros divisórios e caminhos de circulação definidos. Se por um lado algumas casas apresentam uma planta circular, pelo outro também se verificam tipologias retangulares, as quais são típicas da ocupação romana.

No total, o espólio encontrado dispõe de caraterísticas da cultura material dos povoados da Idade do Bronze e dos romanos, incluindo objetos de adorno com fíbulas, alfinetes, exemplares de cerâmica e uma moeda em prata com a efígie de Augusto coroado de loiros, entre outros. Atualmente, e além das ruínas, existe um edifício de entrada desenhado pela arquiteta Paula Santos, com o objetivo de apoiar os visitantes. Ao passar por Viana do Castelo já sabe, não perca a oportunidade de visitar este local ancestral!

INFORMAÇÕES

Horário de atendimento:

Terça a domingo (outubro a março) – 10:00-12:00/ 14:00-18:00
Verão (abril a setembro) – 9:00-12:00/ 14:00-18:00

Encerrado às segundas-feiras e nos feriados de 1 de janeiro, Sexta-feira Santa, Domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 de dezembro.

Telefone: +351 258 825 917

Partilhar Artigo: