Revista Rua

2020-03-16T11:50:33+00:00 Radar

Como lidar com uma situação de isolamento? Dicas para manter o seu bem-estar

Mesmo em isolamento, tenho atenção a certas condutas.
Redação16 Março, 2020
Como lidar com uma situação de isolamento? Dicas para manter o seu bem-estar
Mesmo em isolamento, tenho atenção a certas condutas.

A situação acrescida de contágio do novo COVID-19 levou a que, nas áreas afetadas, as medidas de higiene e os cuidados individuais demonstrassem uma importância ainda maior. A Organização Mundial da Saúde recomenda algumas práticas que devem ser aplicadas por todos, com o intuito de reduzir a exposição e transmissão do vírus, nomeadamente:

– Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo;

– Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos, com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%;

– Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória;

– Evitar tocar na cara com as mãos;

– Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado.

(Estas informações foram retiradas do portal online da Direção Geral da Saúde, que pode consultar aqui)

Para que o contágio seja ainda menor, foi apelada a necessidade de permanecer dentro de casa, sempre que possível, para impedir a constante transmissão do vírus. Muitos portugueses vivem neste momento uma situação de isolamento, que pode ser extremamente desafiante. Desta forma, partilhamos algumas dicas, publicadas pela Associação Nacional de Estudantes de Psicologia, que procuram auxiliar uma situação de isolamento, mantendo o bem-estar (físico e psicológico).

– É importante cada pessoa entender que é totalmente normal que sinta mais ansiedade, uma possível desorientação e frustração, dada a súbita alteração de rotinas diárias. O medo pelo desconhecido poderá também justificar estes sentimentos. É fundamental tentar contornar estas situações.

– Mantenha hábitos de sono saudáveis. Com a ausência de horários, o nosso sono tenderá a ser desregulado, sendo fundamental não esquecer a importância de manter os mesmos hábitos de sono, que contribuem eficazmente para a promoção de bem-estar.

– Aproveite o tempo para realizar atividades que gosta e que, em período de aulas ou trabalho, não é possível. Aproveite para ler um livro, ver um filme que nunca viu, iniciar uma nova série, experimentar uma receita ou ouvir música. Caso não esteja em regime de teletrabalho, aproveite para adiantar trabalho e procure informação que seja posteriormente útil. O regresso será ainda melhor.

– Procure manter contacto regular com amigos e familiares. É muito importante falar com quem nos é próximo, que certamente nos ajudará a ultrapassar esta situação de isolamento e possivelmente auxiliar a superar os sentimentos de ansiedade. Uma vez que devemos evitar deslocações desnecessárias, assim como o contacto físico, opte por dar uso às redes sociais e às videochamadas.

– Procure limitar a exposição às notícias, informando-se apenas através de fontes credíveis e oficiais: Direção Geral da Saúde, Serviço Nacional de Saúde e Organização Mundial da Saúde.

– Lembre-se sempre que o isolamento é uma medida de responsabilidade social. Apesar de ser desafiante, é importante saber equilibrar as nossas necessidades com as necessidades da restante população. Quando sair à rua, tenha uma atenção redobrada e procure respeitar ao máximo as indicações que são recomendadas pelas entidades responsáveis.

– Tente manter a sua rotina habitual, dentro do possível, aproveitando para adicionar atividades que gosta. Procure deitar-se e acordar às horas do costume, vista-se assim que se levanta, faça a cama, abra as janelas para a casa arejar e não salte refeições.

– Estabeleça objetivos por dia, escreva-os num papel e tente criar um horário para que os possa cumprir. A sensação de dever cumprido é importante para preservar o seu bem-estar.

– Ajude os seus familiares, amigos e pessoas próximas, nomeadamente vizinhos, a gerir também uma possível ansiedade.

Partilhar Artigo: