Revista Rua

2021-10-18T10:51:58+01:00 Cultura, Teatro

Cortinas do CCVF abrem para a Mostra de Amadores de Teatro

A edição deste ano estreia quatro espetáculos a acontecerem nos dois auditórios do CCVF.
©D.R.
Redação18 Outubro, 2021
Cortinas do CCVF abrem para a Mostra de Amadores de Teatro
A edição deste ano estreia quatro espetáculos a acontecerem nos dois auditórios do CCVF.

Depois de uma convocatória pública lançada a todos os grupos de teatro de amadores do concelho de Guimarães, a MAT – Mostra de Amadores de Teatro regressa ao Centro Cultural Vila Flor (CCVF), nos dias 22, 23 e 24 de outubro. Há quatro novas criações para conhecer, num regresso ansiado.

A mostra acontece anualmente e tem como objetivo promover a promoção e desenvolvimento de novas criações artísticas, apoiando a atividade de grupos de teatro de amadores do concelho, fomentando o gosto pela fruição e prática artística na área do teatro. A edição deste ano estreia quatro espetáculos a acontecerem nos dois auditórios do CCVF. O MAT arranca a 22 de outubro, com a apresentação de Pillowman – O Homem Almofada, uma criação do TERB – Teatro de Ensaio Raul Brandão. A peça apresenta “uma realidade não tão longínqua de um país em regime ditatorial em que um escritor é detido pelo interrogatório”, como é anunciado na programação. A interpretação é assumida por Cidália Carvalho, José Dias, Mara Adelaide e Tiago da Costa.

No dia seguinte, é altura de receber a ARCAP – Academia Recreativa e Cultural Amigos de Ponte para apresentar A Promessa, uma criação encenada por Arnaldo Sousa que apresenta várias personagens repletas de simbolismo. Nesse mesmo dia, há ainda tempo para o C.E.T.E. – Convívio e Teatro Experimental com Voltamos, uma nova criação que antecipa o regresso à correria e a noção de falta de tempo. No dia 24 de outubro, o GTAC – Grupo de Teatro Amador de Campelos encerra o programa com Vida Dupla, às 16h00. Dos vários intérpretes, destacam-se: Ana Sofia, Simão Teixeira, Diogo Maia e Ana Isabel, entre outros.

Os bilhetes para cada espetáculo estão disponíveis nos locais habituais: bilheteiras físicas do CCVF, Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), Casa da Memória e Loja Oficina, bem como online.

Partilhar Artigo: