Revista Rua

2021-07-12T14:54:27+01:00 Cultura, Música

Dino D’Santiago conquista três prémios Play

Destaque também para os Clã, distinguidos com o prémio de Melhor Grupo, e ainda Capicua, na categoria de Melhor Artista Feminina.
©D.R.
Redação9 Julho, 2021
Dino D’Santiago conquista três prémios Play
Destaque também para os Clã, distinguidos com o prémio de Melhor Grupo, e ainda Capicua, na categoria de Melhor Artista Feminina.

Dino D’Santiago foi o artista mais premiado nesta 3ª. edição dos Play – Prémios da Música Portuguesa ao conquistar as três categorias nas quais estava nomeado: Melhor Álbum, Melhor Artista Masculino e Prémio Crítica, este último relacionado com o seu mais recente disco KRIOLA. Destaque também para os Clã, distinguidos com o prémio de Melhor Grupo, e ainda Capicua, na categoria de Melhor Artista Feminina.

O último álbum de Dino D’Santiago, editado pela Sony Music Portugal, tem sido sobejamente considerado como um dos melhores discos de 2020 (ano de lançamento). Com este projeto discográfico, o artista continua a conquistar novos públicos rendidos à sua estética musical tão particular.

Na primeira edição dos Prémios Play, Dino D’Santiago já viria a ser distinguido nas categorias de Melhor Artista Solo, Melhor Álbum e Crítica, com o álbum Mundu Nôbu. O artista apresentou em 2018 um trabalho inspirado nas suas raízes de Cabo Verde e nos ritmos eletrónicos atuais, conseguindo uma sinfonia cultural que cruza o funaná, o batuku, a morna, a quizomba e o afro-house.

A cerimónia da 3ª. edição dos Play ficou marcada por vários momentos de alerta para as necessidades provenientes da atual crise do setor da cultura.

Partilhar Artigo: