Revista Rua

2021-02-19T14:40:28+00:00 Cultura, Música

Distractions é o novo álbum dos Tindersticks

Em 2020, os Tindersticks actuaram em Portugal passando por Coimbra, Faro, Leiria, Lisboa e Porto, no âmbito da digressão do álbum No Treasure But Hope(2019).
©D.R.
Redação
Redação19 Fevereiro, 2021
Distractions é o novo álbum dos Tindersticks
Em 2020, os Tindersticks actuaram em Portugal passando por Coimbra, Faro, Leiria, Lisboa e Porto, no âmbito da digressão do álbum No Treasure But Hope(2019).

Editado hoje pela City Slang Records e distribuído em Portugal pela Popstock, Distractions é o mais recente trabalho (13º álbum) da banda inglesa Tindersticks e nasce da necessidade da banda de explorar novas possibilidades.

“Man Alone” é prova maior: uma jornada hipnótica de onze minutos pelas ruas de Londres, sob a influência de drum machines e baixos hipnotizantes que se vão fundindo com a voz narcótica de Stuart Staples proferindo os mantras “No, I’m not greedy for the sky no more” e “Can’t stop the fadin”.Man Alone” pinta uma banda inquieta, em busca de si mesma.

Distractions surge num contexto de pandemia. Por essa razão, o processo de gravação teve as suas dificuldades. “Gravar remotamente não funciona para nós”, afirma Staples, “mas encontrámos uma maneira e em julho o álbum foi esboçado e misturado em setembro”. O confinamento “é definitivamente uma parte do álbum, mas o álbum não é uma reação ao mesmo (…) não é um álbum do confinamento”.

O álbum compõe-se de quatro originais e três covers:A Man Needs a Maid”, de Neil Young,You’ll Have To Scream Louder”, dos Television Personalities eLady With the Braid” de Dory Previn, música que Staples descobriu na escola secundária por recomendação – aparentemente improvável – de um professor de inglês que sabia do seu amor pelos Joy Division.

Partilhar Artigo: