Revista Rua

2021-02-05T11:10:56+00:00 Ao Volante, Atelier

DS Aero Sport Lounge – Quando viajar se torna uma arte

O DS Aero Sport Lounge foi revelado online a partir de Paris.
©DS Automobiles
Redação
Redação5 Fevereiro, 2021
DS Aero Sport Lounge – Quando viajar se torna uma arte
O DS Aero Sport Lounge foi revelado online a partir de Paris.

Ao contrário daquilo que possamos pensar, os concept cars revelam muito do futuro e da perspetiva de projeção de uma marca. Esta não é uma exceção e, mais do que um mero protótipo futurista, o DS Aero Sport Lounge simboliza uma nova ideia para a projeção da marca de luxo do grupo PSA.

©DS Automobiles

Com cinco metros de comprimentos, o Aero Sport Lounge revela um design exterior futurista e aerodinâmico, do qual se destaca uma frente marcada pela assinatura luminosa pela E-Tense que, segundo a DS, é o símbolo do motor elétrico.  A revolução automóvel também está muito avançada no que dia respeito a cockpits. Usando a sua história e pontos de referência, a DS Automobiles reinventou o interior para criar uma máquina para viajar. As telas, que desempenham um papel de destaque na maioria dos concept cars e de produção, não estão mais na vanguarda. Na frente dos ocupantes, duas faixas largas criam uma forma suspensa. A faixa inferior, revestida em algodão acetinado, exibe informações projetadas a partir da faixa superior. A superfície é trazida à vida com os elementos necessários de navegação ou localização. A fusão de informações e entretenimento ganha força ao eliminar as restrições dos touchpads.

Nos dois lados, as telas fornecem espelhos digitais e o grupo de controles necessários para a configuração e o conforto. Como num cenário de primeira classe, cada ocupante tem a sua própria tela. Os elementos necessários para a condução são projetados no para-brisas com realidade aumentada. Entre os assentos, o apoio de braço central atua como um guia, lê, interpreta e responde a cada gesto com a mão.

A IRIS, a inteligência artificial do DS Aero Sport Lounge, está situada no centro do painel para controlar tudo com uma simples conversa. Tão ou mais importante do que esta tecnologia é a motorização escolhida para este concept, que passa por um sistema de propulsão elétrico, herdado diretamente da Fórmula E.

Com os seus 680 cv de potência declarada, garante não somente acelerações verdadeiramente arrasadoras, a começar na capacidade de ir dos 0 aos 100 km/h em não mais que 2,8s, como também uma autonomia considerável, fixada em 650 quilómetros. Cortesia de um conjunto de baterias de 100 kwh.

Partilhar Artigo: