Revista Rua

2019-10-17T11:08:30+01:00 Gastronomia, Sabores

É UM RESTAURANTE, um projeto social onde a comida tem história

A associação CRESCER criou o projeto É UM RESTAURANTE em Lisboa, um restaurante que dá formação e cria oportunidades de emprego para pessoas em situação vulnerável.
Fotografia ©Arlindo Camacho
Redação17 Outubro, 2019
É UM RESTAURANTE, um projeto social onde a comida tem história
A associação CRESCER criou o projeto É UM RESTAURANTE em Lisboa, um restaurante que dá formação e cria oportunidades de emprego para pessoas em situação vulnerável.

Texto: Inês Rodrigues

A Associação CRESCER, fundada em 2001, atua na área de intervenção comunitária na cidade de Lisboa. No seguimento de outras iniciativas como É UMA RUA, É UMA CASA, Lisboa Housing First ou É UMA VIDA, entre outras intervenções que a associação tem vindo a desenvolver com vista à inclusão e melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação vulnerável, a associação desenvolveu mais recentemente o projeto É UM RESTAURANTE.

O É UM RESTAURANTE foi criado com o objetivo de formar e criar oportunidades de emprego na área da restauração a pessoas em condição de sem abrigo. Uma iniciativa que nasceu em 2016, cresceu agora com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, que está ao lado da CRESCER desde o seu início, e que cedeu o espaço, além da sua contribuição financeira para a viabilização do projeto.

Mas conta também com outros parceiros, como a Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa (EHTL), com o importante contributo a nível formativo, o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), entidade promotora da formação, o Instituto da Segurança Social, IP (ISS,IP), que contribui com apoio técnico e financeiro para os recursos humanos afetos ao projeto, e a Stavros Niarchos Foundation e o WiZink Bank que contribuem para a implementação do projeto, entre várias outras entidades solidárias que quiseram apoiar e ajudar a tornar esta ideia uma realidade, como a SIC Esperança que atribuiu à Associação um Prémio Especial 15 anos SIC Esperança – Delta em 2018, o que possibilitou a aquisição do equipamento de cozinha.

Esta iniciativa é liderada por Américo Nave, diretor executivo da CRESCER, e conta com a curadoria do chef Nuno Bergonse, que desenvolveu todo o conceito gastronómico e que, estando presente desde o início, apadrinha esta causa. O espaço, o ambiente e o serviço, acompanham esta tendência e convidam a uma experiência gastronómica, com um sabor especial e uma causa mais nobre.

Este local encontra-se no número 56 da Rua de São José. O projeto inicia-se com o trabalho dos profissionais especializados da equipa técnica multidisciplinar da CRESCER que, junto da comunidade, desenvolvem o trabalho de seleção dos beneficiários que o projeto acolhe, num total previsto de 40 pessoas por ano. Numa primeira fase, a formação é dada pela associação, numa vertente comportamental e relacional para, de seguida, na EPHTL iniciarem a formação técnica de cozinha e sala.

Seguidamente, os conhecimentos são postos em prática no restaurante de forma faseada e com horários parciais, uma vez que se trata de pessoas em situações muito fragilizadas que necessitam de voltar a ter alguma esperança.

Inaugurado a 26 de setembro, e aberto ao público desde o dia 1 de outubro, esta iniciativa conta ainda com o apoio de vários outros parceiros: Delta Cafés, Makro, Fundação Ageas, Fundação Montepio, Estúdio Jaca, Prochef, L’Vivo, Adega Mayor, Monte da Raposinha, c2catering, Bimby, Crack Kids, Wock, Celeste Machado, The Hotel e Chefs Agency.

Partilhar Artigo: