Revista Rua

2021-11-09T12:24:18+00:00 Sabores, Vinhos

Edição limitada de Moscatel em colaboração com Matthew Vaughn

Esta edição de Moscatel foi criteriosamente selecionada pela equipa de enologia.
©D.R.
Redação3 Novembro, 2021
Edição limitada de Moscatel em colaboração com Matthew Vaughn
Esta edição de Moscatel foi criteriosamente selecionada pela equipa de enologia.

Por: Diana Ferreira

O Moscatel de Setúbal é um autêntico tesouro entre os vinhos portugueses, sendo a José Maria da Fonseca um dos mais reconhecidos e antigos produtores. Em colaboração com o famoso realizador Matthew Vaughn e a sua marca Kingsman, a José Maria da Fonseca anuncia o Moscatel Kingsman Century Edition 1919. Esta edição de Moscatel envelheceu na Adega dos Teares Velhos da Casa Museu José Maria da Fonseca, num casco de 575 litros de madeira usada.

Segundo António Maria Soares Franco, diretor executivo da José Maria da Fonseca: “Esta colaboração celebra a tradição, o luxo e o reconhecimento de técnicas artesanais únicas”. As parcerias de luxo por detrás da marca Kingsman tornam o Moscatel Kingsman Century Edition 1919 um vinho a não perder, perfeito para os apreciadores de vinhos fortificados raros e requintados.

O prestígio do Moscatel de Setúbal é inegável por toda a Europa, onde foi já consumido em várias casas reais. O Moscatel Kingsman Century Edition 1919 presta homenagem a essa era, com um decanter de vidro premium, um bartop dourado, serigrafia fosca e a ouro e a numeração manual de cada uma das 500 garrafas produzidas. Atentos aos mais pequenos detalhes, a marca entrega cada garrafa num estojo de madeira decorado com elementos a ouro. Nos últimos cem anos, o Moscatel Kingsman Century Edition 1919 envelheceu na Adega dos Teares Velhos da Casa Museu José Maria da Fonseca, num casco de 575 litros de madeira usada. Esta edição de Moscatel foi criteriosamente selecionada pela equipa de enologia da José Maria da Fonseca para esta colaboração. Reflete, assim, a história e o carácter de um vinho centenário, limitado e raro, tão apreciado pelos colecionadores e apreciadores de vinhos raros.

O Moscatel Kingsman Century Edition 1919 tem origem em vinhas plantadas nos solos argilo-calcários da Serra da Arrábida. Acredita-se que o ano agrícola de 1919 tenha sido muito bom, considerando a qualidade deste vinho, que se caracteriza por um aroma muito harmonioso, graças às notas de frutos secos (nozes e amêndoas torradas), café, chá preto, pão torrado e ananás muito maduro. No paladar, este Moscatel de Setúbal é muito frutado e excêntrico, mas suave, com um excelente equilíbrio de acidez e um final de boca muito prolongado.

O Moscatel Kingsman Century Edition 1919 está à venda na loja de Enoturismo da Casa Museu José Maria da Fonseca e na loja online.

Partilhar Artigo: