Revista Rua

2020-05-12T11:43:16+00:00 Descobrir, Em Destaque, Viagens

Enoturismo da Quinta da Pacheca reabre a 18 de maio

A abertura cumpre todas as diretivas da DGS e inclui a unidade de alojamento e o restaurante.
Redação
Redação12 Maio, 2020
Enoturismo da Quinta da Pacheca reabre a 18 de maio
A abertura cumpre todas as diretivas da DGS e inclui a unidade de alojamento e o restaurante.

Localizada junto ao rio Douro, em Lamego, a Quinta da Pacheca possui 75 hectares de vinha e amplos espaços ao ar livre onde é possível aos visitantes, num ambiente de privacidade, usufruírem dos aromas vindos dos vinhedos ou passearem ao som dos pássaros. Depois dos transtornos causados pelo coronavírus, a Quinta da Pacheca reabre as portas ao público, retomando as atividades no seu Wine House Hotel, Wineshop e Restaurante já no próximo dia 18 de maio.

Com o selo Safe & Clean atribuído, os espaços de enoturismo da Quinta da Pacheca reabrem com apenas 50% da sua capacidade, tendo igualmente sido estabelecido o espacejamento de dois metros de distância entre mesas, exceto para famílias. As soluções alcoólicas, como o álcool-gel, estarão disponíveis para uso de todos os visitantes, à entrada e à saída, e todos os objetos, como torneiras, maçanetas ou corrimões serão desinfetadas várias vezes ao dia. Também com a roupa de cama e de banho os cuidados serão reforçados, estando a equipa de housekeeping a receber a devida formação.

“A perceção de segurança sanitária será um fator decisivo para o turista num futuro próximo e, naturalmente, a Quinta da Pacheca está já a implementar todas as diretivas e requisitos impostos pela DGS, assim como pelo Turismo de Portugal. Para nós é ponto de honra a segurança, quer dos nossos clientes, quer dos nossos colaboradores”, sublinha o director-geral, Álvaro Lopes.

Todo o staff utilizará equipamento de protecção e cumprirá com rigor o plano interno desenhado pela empresa, com um protocolo de limpeza e desinfeção rigoroso e supervisionado regularmente.

Partilhar Artigo: