Revista Rua

2020-07-28T12:15:25+00:00 Em Destaque, Sabores, Vinhos

Enoturismo em Portugal: sete propostas ao sabor da poesia do vinho

©D.R.
Redação
Redação28 Julho, 2020
Enoturismo em Portugal: sete propostas ao sabor da poesia do vinho

Portugal está no top 10 dos maiores exportadores de vinho de todo o mundo e esta é a prova que, mesmo sendo um país pequeno, Portugal tem uma enorme diversidade geográfica de vinhos. São mais de 250 tipos de uvas cultivadas em vinícolas espalhadas de norte a sul do país, o que faz com que Portugal seja um dos principais destinos de enoturismo no mundo.  E para apreciar e conhecer os nossos vinhos, nada como visitar as regiões e os locais onde se produzem, sendo os vinhos um excelente pretexto para descobrir também as paisagens, o património, a cultura e as gentes que aqui vivem.

O Douro e o Alentejo são as regiões onde se concentra o maior número de espaços dedicados ao enoturismo, mas um pouco por todo o país há unidades de produção vinícola que recebem visitantes, seja para conhecer as vinhas, a adega, provar os vinhos e, porque não, pernoitar e conhecer a região em redor?

Deixámos aqui sete propostas imprescindíveis para conhecer, não só os vinhos de excelência que por cá se fazem, mas também os locais, a história e as paisagens que lhe proporcionarão, com certeza, momentos inesquecíveis.

Real Companhia Velha

A Real Companhia Velha, localizada em Vila Nova de Gaia, é a mais antiga e emblemática empresa de vinhos de Portugal, tendo mais de 260 anos de existência e de atividade interrupta ao serviço do Vinho do Porto.

Aqui poderá visitar as seculares caves da Real Companhia Velha onde, no silêncio dos seus armazéns, o Vinho do Porto repousa em cascos de madeira, e também pode degustar os melhores vinhos que ali são produzidos.

Durante a visita à Real companhia Velha poderá assistir à projeção de um vídeo sobre a história da Companhia e o processo de elaboração do vinho do Porto, desde o Douro até Gaia. A visita prossegue através do armazém principal de envelhecimento, passa pelo Museu Vintage e termina na ala histórica da cave. Por último participará numa prova de uma seleção de 4 Vinhos do Portos “Colheita” Antigos, acompanhada de frutos secos e uma seleção de queijos maturados.

©D.R.

Quinta do Noval

A Quinta do Noval, localizada na região do Douro, é notoriamente conhecida pela produção de Vinho do Porto e Douro de elevada qualidade, com reconhecimento a nível mundial.

Com o seu nome a ser referenciado pela primeira vez em registos no ano de 1715, a Quinta do Noval é a primeira das casas tradicionais de Vinho do Porto a centralizar todas as atividades no Douro e o único exportador de Vinho do Porto que tem o nome da sua vinha.

Podemos visitar a Quinta do Noval e conhecer a sua propriedade assim como as suas instalações, vinhas e adega e aproveitar para uma prova de quatro vinhos do Douro onde pode degustar o um terroir de excelência.

©D.R.

Quinta do Crasto

Situada na margem direita do Rio Douro, entre a Régua e o Pinhão, a Quinta do Crasto, é uma propriedade com cerca de 135 hectares, dos quais, 74 são ocupados por vinhas. A Quinta do Crasto tem uma localização privilegiada na Região Demarcada do Douro e a sua origem remonta a tempos longínquos (o nome Crasto deriva do latim castrum, que significa “forte romano”).

Com uma situação única, mesmo em cima do rio Douro, está localizada a famosa piscina de autoria do arquiteto Eduardo Souto de Moura, que tem sido ao longo dos últimos anos motivo de muitas visitas e reportagens em meios de comunicação nacional e internacional.

Nesta experiência, pode visitar as instalações da Quinta do Crasto e a usufruir de uma refeição de cozinha tradicional portuguesa acompanhado pelos vinhos da quinta. A experiência inicia-se com uma visita guiada às instalações onde poderá conhecer a adega, as vinhas, o lagar e a cave de barricas. Após a visita, segue-se o almoço que será servido no terraço e piscina, com vistas maravilhosas sobre o Vale do Douro. O programa termina com uma visita à loja onde terá acesso a todos os produtos da Quinta do Crasto.

Quinta do Soalheiro

 Integrada na Rota do Vinho Verde Alvarinho, a Quinta de Soalheiro possui uma sala de provas com ótimas condições para a degustação das diferentes dimensões do Alvarinho, como é o caso do Soalheiro Clássico, Soalheiro Primeiras Vinhas, Soalheiro Reserva, Soalheiro Granit e do Soalheiro Terramatter – e ainda dos espumantes, o clássico Bruto e, mais recentemente, o Bruto Rosé, não esquecendo os inovadores ALLO e Soalheiro 9%, que se distinguem pelo teor alcoólico moderado com enorme elegância e frescura.

Aqui poderá conhecer a Adega Soalheiro e os diferentes locais de produção. No final, desfrute de uma vista panorâmica sobre o Vale do Rio Minho, – A Origem do Alvarinho – localizado no ponto mais a norte de Portugal e da região dos Vinhos Verdes.

©D.R.

Quinta da Lixa

A Quinta da Lixa é o testemunho vivo da paixão que a Família Meireles tem desde sempre pelos Vinhos Verdes. Localizada na sub-região do Sousa, ao redor da pequena vila da Lixa, concelho de Felgueiras, Porto, é hoje uma das empresas mais influentes da região.

Na Quinta da Lixa poderá deliciar os sentidos através de visitas e provas guiadas por profissionais que lhe darão a conhecer sensações genuínas. Com uma vista deslumbrante sobre a vinha da Quinta da Lixa, a sala de provas desenhada pelo arquiteto Fernando Coelho apresenta um design muito particular e uma grande funcionalidade, oferecendo as melhores condições para a realização de provas de vinhos.

Herdade do Freixo

A Herdade do Freixo é uma empresa agrícola do nordeste Alentejano, no concelho de Redondo, que centra a sua atividade principal na produção vitivinícola com castas de elevado potencial adaptativo ao solo e clima da propriedade, inovando nos detalhes produtivos, que confiram carácter e savoir faire aos seus vinhos.

Com uma dimensão de cerca de 300 ha de puro Alentejo, na aldeia do Freixo, entre a Serra D’Ossa e Évora, a sua maior ambição é a preservação genuína dessa paisagem rural e que os seus vinhos transmitam o melhor da essência da sua Terra, das suas vinhas e do terroir.

Nesta herdade pode visitar e conhecer a inovadora adega, única na Europa, totalmente subterrânea, construída em profundidade num total de três pisos abaixo da vinha. No final da visita poderá provar dois dos melhores vinhos ali produzidos, numa prova acompanhada de uma tábua de queijos e enchidos.

©D.R.

Quinta de Sant’Ana

A Quinta de Sant’Ana, localizada junto ao litoral oeste da região da Estremadura mantém o equilíbrio de três projetos, fazendo assim conviver a produção de vinhos de elevada qualidade, com uma cozinha inspirada nos melhores aromas da região e o turismo no espaço rural.

Como resultado de fusão das culturas alemã, inglesa e portuguesa, a Quinta de Sant’Ana é sobretudo um local onde é possível descontrair, aprender sobre o apaixonante mundo dos vinhos e partilhar experiências autênticas. Assim, as visitas à Quinta de Sant’Ana pretendem reunir simultaneamente a componente técnica e lúdica, ideais para quem procura um momento diferente de aprendizagem e animação à volta do vinho. A Quinta de Sant’Ana propõe uma abordagem aos vários aspetos relacionados com vinho.

Nesta experiência de 1 hora e 30 minutos, é convidado a visitar a Quinta de Sant’Ana e participar numa experiência culinária orgânica e saudável. Nesta atividade, liderada por um Chef experiente, os participantes precisarão trabalhar em equipa, em várias tarefas distintas, a fim de confecionarem o seu próprio almoço. O dia começa com uma visita à famosa Quinta do Arneiro, a apenas a 5 minutos de carro da Quinta de Sant’Ana e é aqui que serão adquiridos os ingredientes para o nosso almoço. Terminada a confeção do almoço, esse será servido numa sala privada ou no terraço da Quinta.

Após o almoço, iremos efetuar uma visita privada à Quinta, num percurso que passará pelas vinhas, pela antiga adega, capela do século XVII e pela nossa loja de vinhos. A atividade encerra com uma degustação de vinhos QSA.

Partilhar Artigo: