Revista Rua

2019-02-28T11:44:09+00:00 Cultura, Música

Fevereiro de Portas Abertas na Gulbenkian

A Fundação Calouste Gulbenkian anunciou uma nova edição da iniciativa Portas Abertas – Rising Stars em fevereiro. Há concertos gratuitos.
Quator Arod ©Marco Borggreve
Redação
Redação31 Janeiro, 2019
Fevereiro de Portas Abertas na Gulbenkian
A Fundação Calouste Gulbenkian anunciou uma nova edição da iniciativa Portas Abertas – Rising Stars em fevereiro. Há concertos gratuitos.

A 10 de fevereiro, domingo, a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, apresenta uma nova edição da iniciativa Portas Abertas, um dia com atividades de entrada gratuita, com destaque para cinco recitais de jovens músicos consagrados pela ECHO – European Concert Hall Organisation, uma rede que reúne algumas das mais prestigiadas salas de concertos da Europa, entre elas a Gulbenkian Música.

Os concertos têm início às 11h, com a atuação do trombonista britânico Peter Moore que, com apenas 12 anos, venceu o concurso da BBC “Jovem Músico do Ano” e aos 18 se tornou o mais jovem músico a integrar a Orquestra Sinfónica de Londres. Depois, às 13h, a harpista francesa Anaïs Gaudemard, considerada uma das mais brilhantes artistas da sua geração, toma conta da programação.

Amatis Trio ©Allard Willemse

No seguimento da tarde, pelas 15h, é a vez de Amatis Piano Trio, composto por Lea Hausmann (violino), Samuel Shepherd (violoncelo) e Mengjie Han (piano), apresentarem, para além de uma obra-prima de Schubert, o Trio com Piano n.º 2, em Mi bemol maior, D. 929, uma nova obra de Andrea Tarrodi, intitulada Moorlands, uma encomenda Festspielhaus Baden-Baden, Konzerthaus Dortmund, Elbphilharmonie Hamburg e Kölner Philharmonie.

Às 17h, a agenda aponta o recital de canto do barítono Josep-Ramon Olivé, um jovem catalão que interpretará canções de Franz Schubert, Gustav Mahler e Raquel García-Tomás. Ian Tindale estará ao piano.

A programação fecha com o quarteto de cordas Quatuor Arod, pelas 19h.

Além dos concertos Rising Stars, no Grande Auditório, com entrada gratuita mediante levantamento de bilhete no próprio dia, serão ainda exibidos vídeos didáticos sobre os instrumentos da Orquestra Gulbenkian e o documentário O Stradivarius Português (entrada livre também).

Partilhar Artigo:
Fechar