Revista Rua

2018-06-04T09:40:44+00:00 Cultura, Fotografia

Fotografia de Paisagem

Partilhar Artigo:
Daniel Camacho
Daniel Camacho4 Junho, 2018
Fotografia de Paisagem
Partilhar Artigo:

Quase toda a gente gosta de ver paisagens bonitas e de explorar a natureza e, talvez por isso, muitos de nós tentam enquadrar e perpetuar a sua essência num quadro a que chamamos fotografia.

Podemos pensar que as fotografias de paisagem são postais ilustrados e que é difícil criar algum tipo de identidade visual nesta temática, mas isso não é verdade.

Desde logo, a natureza é rica em pormenores, não devemos apostar apenas em abordagens mais clássicas em que a nível de composição usamos objetivas grande angular para captar o máximo de plano visual possível. É muitas vezes nos pormenores que fazemos a diferença e que conseguimos mostrar a nossa forma peculiar de ver e sentir a paisagem que nos envolve.

É fundamental o uso de um tripé na fotografia de paisagem, porque assim conseguimos criar mais estabilidade e nitidez na nossa fotografia e também porque podemos querer criar algum tipo de dinâmica usando tempos de exposição mais lentos; isso seria de todo impossível sem o uso do tripé. Se estivermos a fotografar durante o dia, necessitamos de um filtro de densidade neutra para conseguirmos fazer longas exposições sem que a foto fique branca. Um filtro polarizador será também fundamental, porque reduz brilhos e reflexos.

Outros aspetos a ter em conta são a luz e as condições climatéricas. Para mim, antes do amanhecer e depois do anoitecer são as melhores luzes para fotografar, isto porque há menor contraste entre zonas claras e escuras, o que permite ter um maior equilíbrio tonal. A maior parte dos telemóveis possui uma opção HDR (High Dynamic Range) que tenta equilibrar a diferença entre zonas claras e escuras, criando uma fotografia equivalente ao que o olho humano vê.

É possível ter várias abordagens diferentes sobre o mesmo espaço, a criatividade fará a diferença. A natureza muda com as estações, por isso, quando voltarmos, a nossa fotografia também será diferente.

Partilhar Artigo: