Revista Rua

2021-04-21T16:42:50+01:00 Sabores, Vinhos

Gama Carlos Reynolds, a prova de que o Alentejo é saboreado todo o ano

Influenciado no microclima da Serra de São Mamede, onde se ergue a imponente Herdade Figueira de Cima, a gama de Carlos Reynolds surge disponível em três versões: tinto, branco e rosé.
Redação21 Abril, 2021
Gama Carlos Reynolds, a prova de que o Alentejo é saboreado todo o ano
Influenciado no microclima da Serra de São Mamede, onde se ergue a imponente Herdade Figueira de Cima, a gama de Carlos Reynolds surge disponível em três versões: tinto, branco e rosé.

Carlos Reynolds, a mais recente gama da linhagem da Reynolds Wine Growers, é a confirmação de que o Alentejo pode ser servido a qualquer altura do ano e em qualquer ocasião.

Influenciado no microclima da Serra de São Mamede, onde se ergue a imponente Herdade Figueira de Cima, a gama de Carlos Reynolds surge disponível em três versões: tinto, branco e rosé. Composta por vinhos mais jovens e frescos, sem dispensar a identidade própria e a forte personalidade que caracterizam a família, esta gama é pensada para desfrutar em todos os momentos, revelando uma surpreendente versatilidade de consumo e aptidão gastronómica.

E é neste lugar de tamanha beleza natural e terroir de excelência que os vinhos da Reynolds Wine Growers são produzidos, em exclusivo, divididos por quatro marcas que representam as últimas gerações da família: Robert Reynolds, Gloria Reynolds, Julian Reynolds (atualmente à frente do negócio) e Carlos Reynolds, representante da 7ª. geração e símbolo da visão moderna e contemporânea do produtor.

Começando pelo Carlos Reynolds Tinto 2018, é um vinho produzido a partir de um blend de Alicante Bouschet (40%), Aragonez (40%), Alfrocheiro (10%) e Trincadeira (10%). Com um estágio de seis meses em barricas para balseiros de carvalho francês, apresenta uma boa concentração e taninos mais suaves que lhe garantem um excelente equilíbrio e elegância. Ideal para acompanhar pratos de carne, recomenda-se uma decantação prévia de uma hora e um serviço entre 16º e 18º. Passando para o Carlos Reynolds Branco 2019, este afirma-se como o mais versátil da gama, sendo ideal para ser saboreado sozinho, após um dia mais cansativo, especialmente a temperaturas de 11º e 12º. Além disso, é a companhia perfeita para pratos mais frescos e ligeiros, como robalo grelhado com legumes salteados, sushi ou mariscos, mas também um bom queijo de cabra.

Partilhar Artigo: