Revista Rua

2018-11-21T16:46:54+00:00 Cultura, Teatro

Gisberta estreia no Teatro Sá da Bandeira a 27 de novembro

O espetáculo é protagonizado pelo ator e humorista brasileiro Luis Lobianco.
©Aline Macedo
Redação21 Novembro, 2018
Gisberta estreia no Teatro Sá da Bandeira a 27 de novembro
O espetáculo é protagonizado pelo ator e humorista brasileiro Luis Lobianco.

Faltam apenas seis dias para a estreia do espetáculo Gisberta, de Luis Lobianco, ator reconhecido do público pela participação no projeto humorístico Porta dos Fundos. Aclamado pela crítica especializada brasileira, Gisberta tem agora estreia marcada no Teatro Sá da Bandeira, no Porto, a 27 e 28 de novembro, seguindo depois para o Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, a 5 e 6 de dezembro.

Luis Lobianco ©Fernando Young

O espetáculo idealizado pelo ator brasileiro, com direção de produção de Claudia Marques, texto de Rafael Souza-Ribeiro e direção de Renato Carrera conta a história da brasileira vítima de transfobia que morreu tragicamente na cidade do Porto, em 2006. No dia 5, após a sessão, será promovida uma conversa aberta entre o público e um painel de oradores sobre Aspetos de Género na Arte, moderada por Alice Azevedo (atriz e ativista TransFeminista e Queer) e com as participações de Luis Lobianco, Rafael Souza-Ribeiro, Daniela Filipe Bento (membro da direção da ILGA Portugal), Júlia Mendes Pereira (co-fundadora e co-diretora da organização não-governamental Ação Pela Identidade) e Matias Braga (Oficinas Drag King e Tradutor).

O tema “Balada da Gisberta”, escrito por Pedro Abrunhosa para o álbum Luz (2007), editado por Maria Bethânia no álbum ao vivo de 2011, inspirou Luis Lobianco a procurar mais sobre esta mulher e criar uma obra capaz de fundir política, história, música, teatro, humor, poesia e ficção. O espetáculo é uma jornada pela vida de Gisberta Salce Junior, que se mudou para Portugal aos 20 anos, num momento em que a sua cidade natal assistia a uma vaga de homicídios a transexuais. Foi encontrada morta no Porto, 25 anos mais tarde, após ter sido torturada por um grupo de 14 jovens menores de idade.

Partilhar Artigo: