Revista Rua

2019-08-02T11:32:51+01:00 Cultura, Música, Radar

Jazz na Praça da Erva até sábado

A par do Guimarães Jazz, o evento Jazz na Praça da Erva é um dos mais destacados a nível de longevidade no panorama do jazz nacional.
Miguel Estima2 Agosto, 2019
Jazz na Praça da Erva até sábado
A par do Guimarães Jazz, o evento Jazz na Praça da Erva é um dos mais destacados a nível de longevidade no panorama do jazz nacional.

Começou ontem a 28ª edição do Jazz na Praça da Erva, em Viana do Castelo, o evento com maior longevidade e continuidade do jazz nacional (juntamente com o Guimarães Jazz).

A pequena Praça da Erva é o epicentro do melhor do jazz europeu durante três dias. Ontem à noite começou com a contrabaixista italiana Caterina Palazzi com o projeto ZALESKA. Um projecto a solo onde explora o contrabaixo, juntamente com pedais de loops, criando uma atmosfera psicadélica e hipnótica, juntamente com imagens que iam sendo projetadas.
A segunda parte da noite de ontem foi preenchida pelos manos Santos, André e Bruno, que formam o duo Mano a Mano. Exploram a guitarra, assim como cordofones regionais da Madeira (de onde são oriundos), como é o caso do Rajão.

Na noite de hoje (2 de agosto) está prevista a atuação do jovem Eduardo Cardinho que vem a Viana apresentar o mais recente disco In Search of Light, lançado em fevereiro deste ano e que conta com João Barradas no acordeão, André Rosinha no contrabaixo, Bruno Pedroso na bateria e ainda o holandês Ben Van Gelder.

Amanhã, sábado, na última noite do certame, sobem ao palco os Lisboa String Trio, projeto inovador onde a som da guitarra portuguesa de Bernardo Couto vem acompanhado pelo Carlos Barretto no contrabaixo e por José Peixoto na guitarra.

Partilhar Artigo: