Revista Rua

2020-01-08T12:17:22+00:00 Radar

Lisboa recebe uma exposição inédita acerca dos filmes de animação de Tim Burton

O mundo de Tim Burton chega a Lisboa, numa exposição inédita, a 5 de fevereiro.
©D.R.
Redação
Redação8 Janeiro, 2020
Lisboa recebe uma exposição inédita acerca dos filmes de animação de Tim Burton
O mundo de Tim Burton chega a Lisboa, numa exposição inédita, a 5 de fevereiro.

No âmbito da celebração dos 20 anos do Monstra – Festival de Animação de Lisboa, a capital recebe uma exposição inédita que pretende homenagear os filmes de animação de Tim Burton. O Mundo Animado de Tim Burton chega ao Museu da Marioneta, em Lisboa, no dia 5 de fevereiro, estando patente até 19 de abril.

Na exposição serão apresentadas algumas marionetas e desenhos originais dos filmes de stop motion do realizador, assim como maquetes, esboços e pesquisas gráficas utilizadas em filmes como Marte Ataca! (1996), A Noiva Cadáver (2005) e Frankenweenie (2012). O evento pretende dar a conhecer alguns dos elementos invulgares e relevantes que fizeram parte do trabalho de produção do realizador ao longo dos últimos anos.

O famoso realizador norte-americano, que ficou conhecido depois da estreia de longas metragens de animação, como Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007), A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005), Edward Mãos de Tesoura ou Batman (1989), iniciou a sua carreira a trabalhar como animador nos estúdios da Disney. Atualmente é um dos mais célebres da área a nível mundial, tendo realizado mais de duas dezenas de filmes de animação de sucesso, tanto em imagem real como em animação stop motion ou 3D.

Acerca da exposição, o diretor artístico do Monstra, Fernando Galrito, partilha que: “Estamos a mostrar trabalhos de um dos mais geniais realizadores de sempre, que iniciou a sua atividade ainda enquanto estudante de animação e que tem no sangue o “bichinho” da animação, tal como nós. O trabalho das marionetas é fabuloso! Cada marioneta é uma obra de relojoaria. Vamos poder ver os mecanismos interiores das cabeças e dos corpos e perceber que, por debaixo de cada imagem que vemos no ecrã, há uma estrutura de uma grande complexidade, que permite aos animadores dar as mais complexas expressões e movimentos a cada ator”, segundo informações partilhadas no site do Museu da Marioneta.

As marionetas disponíveis na exposição foram produzidas nos estúdios britânicos Mackinnon & Saunders, líderes mundiais no desenvolvimento de marionetas para filmes de stop motion, que já teriam colaborado com o realizador a propósito da criação dos marcianos que completam o elenco de Morte Ataca!, assim como as marionetas utilizadas em A Noiva Cadáver, a partir dos desenhos originais de Tim Burton e Carlos Grangel.

A exposição estará patente até ao dia 19 de abril, sendo parte da iniciativa do Monstra – Festival de Animação de Lisboa, que acontece de 18 a 29 de março, em parceria com o Museu da Marioneta.

Partilhar Artigo: