Revista Rua

2021-07-13T18:10:52+01:00 Cultura, Fotografia

Lisbon Art Office apresenta a exposição do fotógrafo Dário Pequeno Paraíso, UNSA KAXI

Dário é um “visual story teller” e usa a fotografia como amplificador das diferenças sociais, económicas e culturais que vai descobrindo e conhecendo.
©Dário Pequeno Paraíso
Redação13 Julho, 2021
Lisbon Art Office apresenta a exposição do fotógrafo Dário Pequeno Paraíso, UNSA KAXI
Dário é um “visual story teller” e usa a fotografia como amplificador das diferenças sociais, económicas e culturais que vai descobrindo e conhecendo.

O Lisbon Art Office apresenta a exposição do fotógrafo Dário Pequeno Paraíso, UNSA KAXI, dia 15 de julho em Lisboa. UNSA  KAXI  ou  “Sempre  por  Casa”  em  linguié,  dialecto  da  ilha  do Príncipe,   invoca   o   sentimento   de   fotografar   a   relacionalidade próxima  e  íntima  entre  o  ser  humano  e  a  tradição  no  seu  estado puro  e  formato  natural,  sem  adereços  ou  intervenção,  motivado pelo mais simples estado de sentir.  Com curadoria de uma dupla artística, o pintor Diogo Muñoz e a historiadora de  arte  Marta  Lino,  nesta  exposição  sente-se  o  pós-colonialismo  presente  pelas roças  de  São  Tome  e  Príncipe,  na  ruralidade  da  Guiné-Bissau  e  no  quotidiano de   Marrocos.   Fragmentos  do  império  português,  apresentado  por  traços arquitectónicos e sensoriais misturados por pedaços humanos. Este  trabalho a três procura desafiar a definição do que é a comunidade e a forma que as  comunidades podem assumir.  As  séries que compõem esta exposição fotográfica refletem  sobre identidade, migração, fronteiras incontestadas, presença ecológica, protesto pró-matriarcal e paisagem, na forma de fotografia e filme.  Sempre novidade é a introdução duma curadoria dentro da curadoria através de ‘paredes  não-invisíveis’ num espaço  do atelier, sendo os suportes como que suspensos, adicionando outra dimensão ao espaço.

Partilhar Artigo: