Revista Rua

2021-07-26T15:39:53+01:00 Cultura, Música

Mapas Natureza, a cultura a traçar novas rotas pelo interior do país

De 30 de julho a 17 de outubro, há uma programação dinâmica para conhecer, destacando trilhos, visitas guiadas, conversas, concertos e residências artísticas.
©Mané Pacheco
Redação26 Julho, 2021
Mapas Natureza, a cultura a traçar novas rotas pelo interior do país
De 30 de julho a 17 de outubro, há uma programação dinâmica para conhecer, destacando trilhos, visitas guiadas, conversas, concertos e residências artísticas.

O projeto Mapas Natureza é um projeto que visa a fusão das artes com a natureza e as comunidades, em várias zonas do país. De 30 de julho a 17 de outubro, há uma programação dinâmica para conhecer, destacando trilhos, visitas guiadas, conversas, concertos e residências artísticas.

Mapas Natureza une mais de 50 artistas, da música às artes plásticas, que serão convidados a percorrer dez destinos naturais portugueses, num perfeito encontro entre as artes e a natureza. O projeto contempla concertos, criações colaborativas, instalações, documentários, piqueniques, caminhadas performativas e atividades diversas em vários pontos, nomeadamente: Sicó/Alvaiázere, Serra da Estrela, Serra da Lousã, Geopark Naturtejo, Vouga-Caramulo, Serra d’Aire e Candeeiros, Malcata, Açor, Vale do Côa e Gardunha.

A programação acontece ao ar livre e prolonga-se ao longo de dez fins de semana, junto a alguns pontos turísticos de interesse cultural nos municípios integrados no projeto. Partindo de histórias dos territórios e das pessoas que neles habitam, foram criados quatro documentários em cada uma das localidades, que serão exibidos sempre com recurso a tradução em língua gestual. Paralelamente, será anunciado o projeto Rostografia que retrata caras e desejos de habitantes dos territórios abrangidos.

Na vertente da música, há espaço para concertos em nome próprio, levando a palco artistas como B Fachada, Lula Pena, Samuel Úria, Catraia, Tó Trips, Danças Ocultas, Dada Garbeck, Omiri e Criatura, cruzando grupos locais com músicos de outras paragens. Há ainda muitos mais artistas que podem ser conhecidos na programação completa do evento. Tendo como objetivo promover a dinamização da economia local e a procura turísticas das áreas naturais, classificadas na região centro do país, o Mapas Natureza vai identificar um conjunto de trilhos pedestres – identificados como caminhadas performativas. Apontado para o cruzamento de diferentes gerações, o programa do evento conta também com várias atividades pensadas para famílias, como piqueniques e propostas lúdicas para os mais novos, a decorrerem em espaços culturais.

Dar eco a uma narrativa real que, a partir da memória do indivíduo e da vida que se guia pela arte, é a principal missão deste projeto promovido pela iNature.

Partilhar Artigo: