Revista Rua

2021-05-12T12:33:22+01:00 Cultura, Literatura

Márcia, a compositora portuguesa recebe prémio de poesia

Ainda esta semana, Márcia sobe ao palco do Palácio Baldaya, em Lisboa, para uma atuação a solo com plateia esgotada.
©Nash Does Work
Redação12 Maio, 2021
Márcia, a compositora portuguesa recebe prémio de poesia
Ainda esta semana, Márcia sobe ao palco do Palácio Baldaya, em Lisboa, para uma atuação a solo com plateia esgotada.

Márcia vence prémio aRi[t]mar a propósito do poema O verão sabe-me bem que integra o livro As Estradas São Para Ir. A autora portuguesa venceu na categoria de poesia nos Prémios Galiza e Portugal 2021.

O primeiro livro da autora está ainda entre os finalistas dos Prémios Livro do Ano Bertrand, também na categoria de poesia. Para Márcia: “Escrever este livro foi um passo muito importante para mim. Do ponto de vista emocional, uma forma de me dar a conhecer um pouco mais ao público que me segue e me conhece através apenas das canções. Tive a oportunidade de me explicar mais intimamente e assim esperar que as minhas palavras ecoassem de outra forma, como de resto tem sido feito através das minhas letras. Aqui tive um espaço novo, uma forma mais direta de me dar a conhecer”. O livro As Estradas São Para Ir foi editado em outubro do ano passado, na altura em que a cantautora apresenta poemas, crónicas e pensamentos soltos, através de uma abordagem íntima e autobiográfica, acompanhadas por ilustrações feitas pela artista.

Ainda sobre este lançamento, a autora acrescenta: “Do ponto de vista profissional foi também um enorme desenvolvimento, já que encontrei um lugar para voltar a pintar e a desenhar e por isso dar azo à expressão plástica, que é a minha formação académica, mas também expor os meus pensamentos e sentimentos noutra forma de escrita, através de poemas e crónicas”.

Ainda esta semana, Márcia sobe ao palco do Palácio Baldaya, em Lisboa, para uma atuação a solo com plateia esgotada. A entrada é livre, mediante reserva, e condicionada ao limite máximo de lotação do recinto.

Partilhar Artigo: