Revista Rua

2019-12-03T18:34:22+00:00 Descobrir, Viagens

Menina Colina é a nova e surpreendente guest house da cidade do Porto

Com mais de 150 anos de História, este edifício esteve fechado durante mais de 30 anos.
A casa Menina Colina ergue-se na Rua Doutor Alberto Aires Gouveia no centro do Porto
Maria Inês Neto
Maria Inês Neto2 Dezembro, 2019
Menina Colina é a nova e surpreendente guest house da cidade do Porto
Com mais de 150 anos de História, este edifício esteve fechado durante mais de 30 anos.

Menina Colina é a nova guest house da cidade do Porto. Por fora é uma típica casa portuense com muitas janelas, mas quando nela se entra a magia acontece. Com mais de 150 anos de História, este edifício esteve fechado durante mais de 30 anos, mantendo-se muito bem preservado, o que permitiu conservar os melhores detalhes que nele se destacavam.

Um dos quatro sócios responsáveis pela reconstrução deste edifício, Guy Lehmann, partilha que: “Antes de entrar, parece uma casa normal, mas depois de entrar é de tirar o fôlego. Temos aqui uma casa muito especial”, continuando: “Quisemos preservar a casa ao máximo, mantivemos a traça original, o alto pé-direito, as paredes, as tábuas compridas do soalho, o trabalhado do estuque, as cores, o mármore fingido… E tornamos a casa mais confortável e moderna, com tecnologia, decoração e um sistema de aquecimento embutido no chão”. O objetivo é proporcionar aos hóspedes uma viagem no tempo, uma aventura diferente e uma estadia inesquecível, possibilitando desfrutar da beleza, tranquilidade e cultura do espaço.

O nome não foi escolhido à toa. Menina remete para um convite a um novo olhar, como um olhar inocente de uma criança, enquanto que Colina simboliza o facto de a casa se erguer no meio da cidade. Trata-se de uma antiga capela surpreendente que destaca um papel de parede azul com estrelas pintadas. Tiraram o papel, mas mantiveram as estrelas. No terceiro andar da casa encontramos o quarto Céu, onde as estrelas pintadas à mão brilham no teto alto, o quarto Poente e o apartamento Alvorada. Já no segundo andar, surge o quarto Borboleta, que tem uma réplica do papel de parede original cheio de borboletas, assim como os quartos Camélia, Estrela e Rubi. Existem ainda os quartos Musgo e Terra no primeiro andar. Há três quartos com casas de banho em forma de cubo, sendo que, como a altura não atinge o teto, é possível contemplar o pé direito alto.

Antes da recuperação, o edifício estava neste estado.

A casa conta assim com nove suites, das quais seis têm varandas generosas com vista para o grande jardim e três com vista de rua para o Hospital de Santo António, o Palácio da Justiça e a Torre dos Clérigos. Graças ao excelente isolamento do edifício é possível encontrar alguma tranquilidade no centro de uma cidade que não dorme. Lá dentro há uma sala de música, onde se podem realizar festas privadas, palestras e formações.

A Menina Colina Guest House está a 20 minutos a pé da Ribeira e a 10 minutos da Avenida dos Aliados, estando ainda perto do Museu Nacional Soares dos Reis, o Palácio de Cristal e as Galerias Miguel Bombarda.

A gerente do espaço, Maria Vítor Mota, garante que: “É muito bom estar aqui dentro. Os espaços são muito convidativos, há uma boa relação entre todos e acho que isso transmite uma característica do Porto: a forma familiar de receber e o espírito de proximidade. A nossa casa está aberta à cidade, fazemos muito gosto em receber cá os nossos vizinhos, habitantes ou comerciantes, a quem mostramos a casa sempre que nos baterem à porta”.

Partilhar Artigo: