Revista Rua

2021-02-26T09:56:35+00:00 Cultura, Literatura

Mia Couto vence Prémio Literário Manuel de Boaventura 2021

Mia Couto, escritor moçambicano, foi o vencedor da edição de 2021 com o romance O Mapeador de Ausências.
Redação
Redação26 Fevereiro, 2021
Mia Couto vence Prémio Literário Manuel de Boaventura 2021
Mia Couto, escritor moçambicano, foi o vencedor da edição de 2021 com o romance O Mapeador de Ausências.

O Prémio Literário Manuel de Boaventura foi instituído pela Câmara Municipal de Esposende, com o intuito de homenagear e divulgar escritores e homens de cultura.

Mia Couto, escritor moçambicano, foi o vencedor da edição de 2021 com o romance O Mapeador de Ausências. Esta obra que retrata a história do regresso de Diogo Santiago, prestigiado e respeitado intelectual moçambicano, professor universitário e poeta, à sua terra natal, a cidade da Beira, nas vésperas do ciclone que a arrasou em 2019, para receber uma homenagem que os seus concidadãos lhe querem prestar.

Mia Couto nasceu na Beira, em Moçambique, em 1955. Foi jornalista e professor e é, atualmente, biólogo e escritor. Está traduzido em diversas línguas e conta com vários prémios e distinções.

Promovido pelo Município de Esposende, a decisão é justificada por se tratar de uma narrativa literária madura, sensível, que cruza tempos distintos da realidade moçambicana.

Em conformidade com o regulamento em vigor, esta edição apresenta a concurso 104 obras provenientes de vários países de língua portuguesa e o júri é composto por vários profissionais com opiniões diversas.

A entrega do prémio ocorrerá em Esposende, em data a determinar.

Partilhar Artigo: