Revista Rua

2019-07-16T17:43:45+01:00 Cultura, Música, Outras Artes

MIMO Festival Amarante – Diversidade musical e cultural em três dias de festa

Partilhar Artigo:
D.R.
Redação16 Julho, 2019
MIMO Festival Amarante – Diversidade musical e cultural em três dias de festa
Partilhar Artigo:

A pouco mais de um mês da 4ª edição, o MIMO Festival Amarante revela a programação que vai animar as margens do Rio Tâmega entre 26 e 28 de Julho. E são muitas as novidades que se vêm juntar aos já anunciados concertos exclusivos em Portugal do rapper brasileiro Criolo e do músico do Mali Salif Keita, mas também da cabo-verdiana Mayra Andrade, dos palestinianos 47Soul, do brasileiro Rubel e de Samuel Úria.

Assim, de Portugal vêm reforçar o cartaz: Stereossauro que convida Camané e Capicua para um concerto especial que tem por base o álbum “Bairro da Ponte” onde alia a sua paixão pelo hip-hop e a electrónica com a música de Amália Rodrigues e Carlos Paredes; mas também Miramar, projecto folk, blues e rock que junta as guitarras e imaginários de Frankie Chavez e Peixe; a Orquestra do Norte vai apresentar um programa composto pela “Sinfonia no 4”, de Ludwig van Beethoven, e “Siegfried Idyll”, de Richard Wagner; e DJ Ride, campeão do mundo de scratch no IDA World Championship em parceria com Stereossauro, que vai encerrar a noite de sábado no Parque Ribeirinho.

Prémio MIMO de Música

A edição 2019 do MIMO Festival Amarante conta com uma novidade que vem reforçar o cartaz e a diversidade da oferta que o caracteriza e diferencia: o Prémio MIMO de Música. Com o objetivo de valorizar artistas de todas as regiões do país, com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos, esta distinção procura incentivar à inovação no campo da composição, originalidade, técnica e estética musical, em trabalhos autorais ou não, e ainda proporcionar a descoberta de novos talentos.

Totalmente gratuito, este é um festival inclusivo que privilegia a diversidade. Tendo como premissa dar a conhecer o que de melhor se faz na música na atualidade, entre nomes consagrados e os novos talentos, o MIMO Festival Amarante proporciona uma experiência única e o contacto com representantes de diferentes géneros musicais e culturas.

Ao longo de três dias, a cidade de Amarante transforma-se para receber pelo quarto ano consecutivo este festival que, com a sua extensa e diversa programação, vai ocupar o Parque Ribeirinho, o Museu Amadeo Souza-Cardoso, a Igreja de São Pedro, a Igreja de São Gonçalo, o Cinema Teixeira de Pascoaes e Centro Cultural Amarante.

Partilhar Artigo: